Programa de capacitação dos colaboradores: passo a passo para criar o seu do zero

0
Share

Um bom programa de capacitação dos colaboradores é o caminho para aproveitar o potencial máximo dos seus talentos.

Já pensou o quanto seu negócio pode avançar com funcionários mais preparados e dominando as competências que você precisa?

Pois é, esse é o resultado dos treinamentos bem-sucedidos, e você pode criar um programa sob medida para atender às necessidades da sua empresa.

Neste guia, reunimos os principais passos para planejar suas estratégias de treinamento e desenvolvimento. 

Se você quer garantir o aprendizado, leia até o fim e coloque em prática no RH. 

Por que ter um programa de capacitação dos colaboradores?

Ter um programa de capacitação dos colaboradores é fundamental para investir no seu capital humano e garantir as competências-chave para crescer.

Sabemos que os colaboradores são os ativos mais valiosos da empresa, e o treinamento é uma forma de agregar ainda mais valor aos recursos humanos — e direcioná-los para os objetivos do negócio.

Não à toa, a indústria global de treinamento e desenvolvimento (T&D) movimentou US$ 366,2 bilhões em 2018 e 41% dos departamentos de RH afirmam que vão aumentar a verba da área para o próximo ano, segundo dados do Statista

Os dados batem com o levantamento 2019 Workplace Learning Report do LinkedIn, que mostra um aumento de 43% na verba de T&D para 2019.

Além disso, o relatório revela que os gestores estão valorizando os programas de treinamento mais do que nunca: 82% dos profissionais de RH disseram estar recebendo total apoio de seus líderes nessa área.

O principal motivo para a ascensão do T&D é a rápida transformação do mercado, que exige novas competências e habilidades a todo momento.

Nesse caso, a melhor estratégia de adaptação e sobrevivência é preparar a força de trabalho para enfrentar os desafios adiante.

Afinal, se você garantir os talentos com as competências certas, terá tudo o que precisa para crescer e superar a concorrência.

Além disso, os programas de treinamento ainda proporcionam as seguintes vantagens:

  • Aumento da retenção de talentos
  • Melhora nos níveis de engajamento e motivação
  • Aumento da produtividade e performance
  • Melhora do clima organizacional
  • Desenvolvimento de planos de carreira sob medida
  • Criação de uma cultura de aprendizado e inovação
  • Atração de talentos e fortalecimento do employer branding

Como desenvolver um programa de capacitação dos colaboradores

Agora que você tem motivos suficientes para desenvolver seu programa de capacitação dos colaboradores, vamos à prática.

Acompanhe o passo a passo para acertar no projeto. 

1. Comece pelos gaps de competências

No relatório do LinkedIn, a preocupação número um do T&D é identificar e corrigir os gaps de competências.

Essas lacunas representam as habilidades e conhecimentos que faltam para que seus colaboradores cumpram suas metas e aumentem seu desempenho. 

Logo, esses gaps são o ponto de partida para criar o programa de capacitação dos colaboradores, pois mostram exatamente onde mirar na hora de estruturar os treinamentos.

O RH já utiliza um método para isso: o levantamento de necessidades de treinamento (LNT), que investiga todas as carências das equipes para determinar metas de aprendizagem.

Para mapear seus gaps, você pode conduzir pesquisas internas, monitorar KPIs de desempenho e consultar líderes e gestores.

2. Conheça seu público-alvo

Cada vez mais, o RH precisa pensar como o marketing, e isso não é diferente no caso do T&D. 

Para criar treinamentos eficazes, você precisa conhecer muito bem seu público-alvo e entender como seus colaboradores aprendem melhor. 

Segundo a pesquisa do LinkedIn, por exemplo, 74% dos colaboradores querem aprender no seu próprio ritmo, utilizando as horas vagas para acessar os treinamentos. 

Logo, você precisa descobrir qual o estilo de aprendizagem do seu pessoal e basear suas estratégias nessas preferências.

3. Defina objetivos claros

O próximo passo é definir objetivos e metas para o seu treinamento, levando em conta as competências que pretende incorporar aos recursos humanos.

O ideal é que esses objetivos sejam simples, claros e mensuráveis, por exemplo:

  • Desenvolver a capacidade analítica da equipe de marketing 
  • Garantir o domínio de uma nova linguagem de programação entre os desenvolvedores
  • Capacitar todos os colaboradores a utilizar uma ferramenta de análise de dados self-service.

Você também pode criar metas personalizadas para profissionais estratégicos e talentos de alta performance, de acordo com os planos de carreira oferecidos. 

4. Trace estratégias e escolha os métodos

Agora que você já sabe o que precisa transmitir e como seu público aprende, é hora de criar as estratégias do programa de capacitação dos colaboradores.

Aqui, você precisa escolher entre os inúmeros métodos e formatos de treinamento, começando pela decisão entre e-learning, treinamentos presenciais ou blended learning (ensino híbrido).

Algumas opções comuns são os sistemas de gestão de aprendizagem (LMS), plataformas de e-learning e microlearning, treinamentos on-the-job, workshops com especialistas, etc.

Também é importante definir um cronograma para seu programa e planejar todas as etapas, formas de avaliação e métricas de sucesso.

5. Use o poder da tecnologia

A tecnologia é uma grande aliada do seu programa de capacitação dos colaboradores, com soluções sob medida para todas as etapas.

Uma tendência apontada pelo LinkedIn é o mobile learning ou m-learning, que leva os treinamentos para aplicativos e agiliza o aprendizado dos colaboradores.

Na mesma onda, está o fenômeno da gamificação, que permite criar treinamentos engajantes com sistemas de pontuação, recompensa e ranking semelhantes aos dos jogos.

Além disso, você conta com a inteligência artificial e análise de dados para medir o ROI dos treinamentos e o progresso dos colaboradores em tempo real.

Da mesma forma que utilizamos a tecnologia para combinar candidatos e vagas aqui na Revelo, você pode usar os algoritmos para potencializar seus treinamentos.

Agora sim, você pode criar seu programa de capacitação dos colaboradores do zero e elevar seus talentos a um novo patamar.

E se precisar reforçar o time, conte com os profissionais de alto nível da Revelo. 

Related Posts