Como responder um e-mail de processo seletivo: erros a evitar e dicas para se sair bem

0
Share

Você já teve dúvidas sobre como responder um e-mail de processo seletivo?

É normal apagar e reescrever várias vezes, pois uma palavra no lugar errado pode comprometer sua imagem diante do recrutador. 

Por isso, reunimos alguns dos erros mais comuns e dicas importantes para você responder com mais confiança e agilidade.

Mesmo que você já tenha familiaridade com esse tipo de mensagem, é bom conferir se não pode melhorar em algum ponto — e aumentar ainda mais suas chances de conquistar a vaga.

Siga a leitura e faça sua autoavaliação.

5 erros ao responder um email de processo seletivo

Para entender como responder um e-mail de processo seletivo, vamos começar pelos erros mais comuns dos candidatos. 

Confira a lista e fuja dessas atitudes.

1. Cometer erros de português

Se você enviar um e-mail com erros de português para o recrutador, é provável que já tenha perdido sua chance no processo seletivo.

Afinal, esse tipo de falha é um indicador claro de desatenção, desleixo e — no pior dos casos — falta de domínio da linguagem escrita

Por isso, lembre-se de revisar com cuidado todas as mensagens antes de clicar em “Enviar”, com atenção especial para a gramática, ortografia e digitação correta. 

2. Errar o nome do recrutador

Quando você está participando de vários processos seletivos, pode acabar confundindo os recrutadores e respondendo e-mails com o nome errado.

É um erro possível de ser consertado com um e-mail de desculpas na sequência, mas com certeza gera um ponto negativo para você. 

Então, o melhor é evitar esse problema confirmando o nome da pessoa em todas as respostas.

3. Não dar importância para o campo “Assunto”

O campo “Assunto” é essencial para uma boa comunicação via e-mail, mas muitos candidatos se esquecem desse detalhe.

No caso da resposta ao e-mail de um recrutador, basta deixar o campo com o “RES:” automático e o mesmo assunto de antes, para uma identificação rápida e simples.

Se a troca de mensagens envolver um novo e-mail, certifique-se de explicar do que se trata em poucas palavras e não gerar expectativas erradas com seu assunto.

Por exemplo, se for enviar um material extra para avaliação, use algo como “Case extra para seleção – Empresa X” — assim o recrutador sabe exatamente do que se trata e qual o nível de urgência da mensagem. 

4. Esquecer o anexo

Esquecer o anexo é um erro tão comum, que serviços como o Gmail já avisam o usuário sobre a ausência do arquivo.

Não é uma falha grave, mas cada e-mail extra que você precisa enviar para se corrigir é mais uma mensagem acumulada na caixa de entrada do recrutador — que já tem trabalho suficiente com seus e-mails.

O segredo é anexar o arquivo antes de escrever a mensagem, para nunca mais cometer esse deslize. 

5. Ser informal demais

Por mais que alguns recrutadores possam soar amigáveis e informais, você deve manter sua postura profissional e evitar mensagens muito pessoais.

Na dúvida, evite gírias, abreviações e brincadeiras nas comunicações durante o processo seletivo.

Depois de contratado, você pode avaliar melhor os limites da linguagem de acordo com a cultura da empresa.

Mas, ao longo do processo seletivo, uma ousadia linguística pode custar caro.

4 acertos ao responder um e-mail de processo seletivo

Algumas dicas de como responder um e-mail de processo seletivo são infalíveis para qualquer cargo e empresa. 

Veja o que sempre funciona nessas ocasiões.

1. Colocar-se à disposição

Seja qual for a mensagem do seu recrutador, é sempre uma boa ideia finalizar seus e-mails colocando-se à disposição.

Por exemplo, se ele solicitou alguma informação extra ou informou sobre as próximas etapas, envie a resposta adequada e feche com “fico à disposição para enviar outros materiais e/ou agendar uma conversa”.

2. Ser sucinto e objetivo

É óbvio que o tempo do recrutador é curto, e você precisa mostrar sua compreensão com e-mails rápidos, objetivos e sucintos.

Por isso, procure responder o mais rápido possível e se ater ao que foi perguntado, limitando a mensagem a frases curtas e diretas — sem perder a cordialidade, é claro.

3. Dar várias opções de datas e horários

Quando o recrutador envia um e-mail para agendar uma conversa online ou entrevista, você precisa dar o máximo de opções de datas e horários possíveis.

Assim, ele consegue organizar o processo com mais facilidade e você ainda demonstra sua proatividade e interesse na vaga. 

4. Nunca deixar o recrutador esperando

Se o recrutador enviar um teste, tarefa ou qualquer solicitação que demande algum tempo para ser concluída, você precisa avisar que recebeu a mensagem e está trabalhando nisso.

Ainda que o prazo seja curto, você nunca deve deixá-lo sem uma resposta imediata, como um simples “Arquivo recebido, entrego ainda hoje. Obrigado.”

Como responder um e-mail de processo seletivo em 5 passos

Agora, sim, o passo a passo final de como responder um e-mail de processo seletivo e passar uma ótima impressão.

Siga as dicas e garanta sua vaga.

1. Fique de olho no seu e-mail

Em primeiro lugar, se você está participando de um ou mais processos seletivos, precisa checar seu e-mail o tempo todo.

Assim, você poderá dar respostas imediatas aos recrutadores e chegar antes dos outros candidatos — na disputa, isso pode contar pontos positivos.

2. Jamais ignore um recrutador

Na busca por emprego, é normal receber ofertas que não se encaixam no seu perfil.

Mesmo que você não tenha interesse na vaga, responda o recrutador o mais breve possível agradecendo pela oportunidade e se colocando à disposição para futuras vagas.

A regra é jamais ignorar um recrutador, se quiser manter uma imagem profissional no mercado.

3. Vá direto ao ponto

Já imaginou quantos e-mails um recrutador recebe ao longo de um processo seletivo?

Para ajudá-lo a lidar com o turbilhão de mensagens, você deve ir direto ao ponto nas suas respostas, sem estender muito o assunto ou ficar usando o espaço para se promover.

Então, deixe a conversa mais aprofundada para as entrevistas e seja objetivo.

4. Seja formal com personalidade

Como vimos, é importante manter o mínimo de formalidade e evitar e-mails com tom pessoal demais. 

Mas isso não significa que você deve escrever mensagens engessadas e robóticas.

Pelo contrário: a linguagem ideal é aquela que mostra sua personalidade sem deixar de ser profissional. 

5. Fique disponível online

As entrevistas online são cada vez mais comuns, e você pode deixar claro que está disposto a ter uma conversa por WhatsApp ou Skype, por exemplo.

Essas opções online facilitam a vida do recrutador e a sua também, agilizando o processo para ambos.

Na Revelo, por exemplo, você pode selecionar os dias e horários em que estará disponível para entrevistas online ou presenciais.

Além disso, a plataforma oferece uma função chat exclusiva para conversar diretamente com o recrutador.

Mais fácil do que ficar pensando em como responder um e-mail de processo seletivo, concorda?

Então, aproveite as dicas e conheça uma nova experiência de contratação com o nosso marketplace de talentos.

Related Posts