Conheça vantagens e oportunidades do recrutamento interno

0
Share

Nem sempre o recrutamento interno é explorado em toda a sua potencialidade.

Algumas empresas tendem a olhar para os talentos de fora sem se dar conta de que alguns de seus melhores colaboradores podem estar aguardando por uma oportunidade.

Para que isso não aconteça, é importante observar o capital humano presente na própria empresa.

Essa é justamente a proposta do recrutamento interno.

Além de aumentar a taxa de retenção e motivação dos profissionais, esse método consiste em uma maneira mais rápida de preencher as vagas da empresa.

Afinal, com ele, descarta-se a necessidade de intensos processos de seleção.

Consequentemente, a empresa ganha tempo e dinheiro.

O recrutamento interno também permite que a empresa escolha o colaborador mais adequado a uma determinada vaga, uma vez que ela já conhece o perfil dos seus empregados.

Neste artigo, você vai saber quais são os principais benefícios desse tipo de seleção e quando ele é o mais adequado para a sua empresa.

Vantagens do recrutamento interno

O recrutamento interno oferece diversos benefícios para as empresas.

Confira alguns dos principais:

1. Custo por contratação

O recrutamento interno é uma ótima opção para empresas que precisam reduzir custos, já que dar uma oportunidade a um colaborador da empresa é mais barato do que contratar uma pessoa de fora.

Segundo o Instituto Saratoga, o custo médio de contratar um profissional de fora da empresa é 70% maior do que contratar um colaborador de dentro.

Pelo recrutamento externo, o gasto é de cerca de 15 dólares, em comparação com o recrutamento interno, equivalente a apenas 8,67 dólares.

E essa diferença não tem impacto somente na hora da contratação. De acordo com uma pesquisa realizada pelo professor Matthew Bidwell, da Wharton School, profissionais contratados por meio de recrutamento externo são pagos, inicialmente, entre 18% e 20% a mais do que colaboradores promovidos de dentro da própria organização.

Além disso, é preciso considerar que, ao promover um talento, a empresa descarta custos com seleção de profissionais, entrevistas de emprego e treinamentos.

2. Valorização dos colaboradores

Quando a empresa enxerga o potencial de seu capital humano, os talentos internos sentem-se mais valorizados.

Recrutar colaboradores que já fazem parte do quadro de profissionais serve como fonte de motivação para eles.

Desse modo, os colaboradores têm em mente que o trabalho eficiente torna-se uma escada até posições mais relevantes na empresa.

Por isso, quanto mais você investir na capacitação dos profissionais, oferecendo a eles oportunidades de crescimento, mais reconhecidos e incentivados eles vão se sentir. Para a empresa, o principal benefício é o ganho de produtividade.

3. Atração de talentos

Uma das principais dificuldades entre as empresas hoje em dia é encontrar profissionais qualificados, que atuem de forma ativa e comprometida com o negócio.

A boa notícia é que apostar no recrutamento interno é uma maneira eficaz de driblar esse desafio.

Afinal, bons profissionais sentem-se atraídos por empresas que oferecem valorização e oportunidades de crescimento, porque sabem que o seu esforço será reconhecido.

Assim, ficam mais confortáveis e seguros para investir todo o seu potencial na construção de uma carreira dentro da própria empresa.

4. Redução da rotatividade

Ao valorizar o colaborador, o recrutamento interno reduz as taxas de rotatividade da empresa.

Oferecer aos profissionais chances reais de avançarem em suas carreiras por meio de promoções significa reduzir o índice de frustração entre eles. Consequentemente, ficam na corporação por períodos mais longos.

Ao mesmo tempo em que o profissional permanece motivado, a empresa recebe diversos benefícios, incluindo o aumento da produtividade, a retenção do conhecimento e o alinhamento entre os colaboradores e a cultura da empresa.

Além disso, a redução da rotatividade tem impacto positivo no orçamento, devido aos cortes de gastos com processos de seleção e treinamentos de profissionais de fora.

Recrutamento interno ou externo

O recrutamento interno é um processo muito interessante para a empresa, mas ele não é sempre o melhor caminho.

Por isso, é essencial fazer uma avaliação das demandas e objetivos da empresa antes de escolher o método utilizado.

Veja abaixo algumas considerações sobre os tipos de recrutamento:

Quando é indicado o recrutamento interno

De uma maneira geral, o recrutamento interno é adequado quando já existe um talento na empresa que seja adequado para a vaga em aberto.

Com isso, é possível adquirir todas as vantagens desse tipo de contratação, garantindo a atuação de um profissional que conheça o ecossistema da corporação de antemão.

No entanto, para que o recrutamento interno seja eficiente, o ideal é que a empresa tenha, de fato, o compromisso de ajudar na construção de profissionais qualificados.

Geralmente, o mais adequado é investir nesse modelo quando a organização já possui um plano de carreira para os colaboradores.

Mas e quando a empresa não possui o talento do qual precisa? Nesse caso, é hora de buscar profissionais no mercado.

Quando é indicado o recrutamento externo

Como você viu, o recrutamento externo é pertinente quando o talento não se encontra na empresa. É preciso, então, contratar profissionais que já tenham as habilidades necessárias para o cargo.

Uma das principais vantagens do recrutamento externo é inserir na empresa novas qualificações e métodos de trabalho.

Isso pode ser vantajoso especialmente quando você está buscando modificar a cultura ou os processos do negócio para atingir os objetivos definidos.

Afinal, profissionais com experiência em outros espaços geralmente têm visões e conhecimentos diversos, podendo contribuir de maneira efetiva na empresa.

O tempo disponível para preencher a vaga também é essencial para descobrir o melhor tipo de contratação.

Embora o recrutamento externo seja um processo mais lento, ele será mais rápido quando não houver um profissional adequado ao cargo na empresa, pois, nesse caso, ele precisará passar por uma capacitação.

Recrutamento com campanhas de atração

Uma medida interessante para levar em consideração é criar uma campanha de interesse pela sua empresa.

Esse tipo de ação tem o objetivo de apresentar a sua organização e o seu ambiente de trabalho a profissionais que se encaixam no perfil desejado de competências e habilidades.

No entanto, isso deve ser feito de maneira clara e objetiva.

O mais importante é encontrar uma maneira de engajar os profissionais em uma ação específica.

Desse modo, é possível alcançar talentos que estão em busca de emprego e até mesmo aqueles que não estão procurando por uma vaga, mas enxergam uma oportunidade na sua empresa.

Em um artigo para a Harvard Business Review, Bastian Bergmann, CEO do laboratório de inovação WATTx, cita algumas maneiras de fazer uma campanha atrativa.

Entre as recomendações, duas merecem destaque:

Encontre os melhores canais

Segundo Bergmann, nem todos os canais são capazes de alcançar a sua audiência específica.

Por isso, é preciso encontrar os canais em que realmente há chances de você chegar até o seu alvo, e não utilizá-los só porque outras empresas o fazem.

Domine o storytelling

O autor lembra que dominar a arte de contar uma história é essencial, já que a empresa está tentando vender uma ideia a estranhos com o intuito de que eles troquem seus empregos pelo desconhecido.

Por isso, é importante fazer com que esses profissionais percebam que você próprio está cativado pela oportunidade que apresenta.

Gostou das dicas sobre o recrutamento interno?

Então, compartilhe nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a esse conteúdo.

Related Posts