7 desafios do profissional de RH para 2020

0
Share

Você está pronto para os principais desafios do profissional de RH em 2020?

As palavras-chave você já conhece: experiência do colaborador, engajamento, competências, cultura, tecnologia e inovação — só para começar.

A diferença é que estamos avançando para um novo estágio do RH, em que essas tendências vão se consolidar e exigir uma capacidade de inovação ainda maior.

Para saber se você está preparado, é melhor conferir nossa lista com os principais desafios do profissional de RH.

Continue lendo e descubra o que vem por aí. 

O que vem por aí: os principais desafios do profissional de RH

2019 foi um ano de grandes avanços para o RH, que já ocupa definitivamente sua posição estratégica nas empresas e vem evoluindo para contribuir cada vez mais com o crescimento do negócio.

Em poucos anos, o progresso foi significativo: de um departamento tradicionalmente burocrático para uma área responsável pelos ativos mais valiosos da empresa, com seu lugar garantido nas decisões do C-Level.

Para isso, foi preciso incorporar novas tecnologias e mudar totalmente a visão dos Recursos Humanos. 

Agora, em 2020, novos desafios estão surgindo para os profissionais do RH, mostrando que a jornada de evolução está apenas começando.

7 principais desafios do profissional de RH para 2020

Se você quer ficar por dentro dos principais desafios do profissional de RH para 2020, esta seleção é um ótimo começo

Veja o que está reservado para o próximo ano.

1. Adaptar-se à inteligência artificial e cultura data-driven

De acordo com o relatório Future of HR 2020, publicado pela consultoria KPMG, 56% dos líderes de RH ao redor do mundo concordam que o grande desafio para 2020 é se adaptar às novas realidade data-driven. 

De fato, tecnologias como inteligência artificial, machine learning e people analytics estarão cada vez mais presentes no universo dos Recursos Humanos, das rotinas administrativas ao recrutamento e seleção. 

Na mesma pesquisa, ganharam destaque as tecnologias voltadas à análise preditiva, que permitem identificar os melhores candidatos para vagas ou os talentos com maior potencial para uma promoção, por exemplo. 

2. Mudar o foco da diversidade para a inclusão

Na opinião da co-fundadora da empresa Catalyst Collective (especializada em liderança feminina nos negócios), Fiona Smith, 2020 será marcado pela evolução dos programas de diversidade para políticas de inclusão

Em entrevista à Sage, ela explica que a diversidade é capaz de atrair pessoas de múltiplas origens e contextos para a empresa, mas somente a inclusão pode garantir sua integração e permanência na equipe.

Logo, o próximo desafio do RH é reter esses talentos diversos e criar uma cultura verdadeiramente inclusiva para extrair seu potencial máximo. 

3. Preparar-se para o efeito “gig economy”

A gig economy, ou economia de bicos, é um dos termos usados para descrever a revolução que cria relações de trabalho mais flexíveis, com destaque para o trabalho freelancer e a distância.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Upwork em parceria com o Freelancers Union, publicada em 2017, a previsão é de que metade da força de trabalho dos EUA se torne freelancer até 2027.

Atualmente, 36% dos trabalhadores norte-americanos se consideram freelancers em tempo integral, somando mais de 50 milhões de pessoas. 

Portanto, o RH precisa estar pronto para lidar com as contratações de freelancers e incluir esse público nas estratégias de gestão de pessoas

4. Inovar na experiência do colaborador

Na pesquisa da KMPG, a priorização da experiência do colaborador em 2020 é quase unânime entre os líderes do RH: 95% acreditam que a EX (employee experience) é estratégica para o crescimento da empresa. 

Ao mesmo tempo, 75% desses profissionais afirmam que espelham a experiência do colaborador na experiência do cliente, buscando reproduzir o mesmo nível de excelência em ambas as esferas.

Para inovar nesse quesito, as empresas estão usando ferramentas como o design thinking para mapear os momentos da jornada do colaborador e oferecer uma vivência única dentro da empresa. 

5. Construir (e manter) uma cultura irresistível

A cultura organizacional continua no centro das atenções do RH em 2020, como uma das estratégias mais importantes para integrar pessoas e impulsionar o engajamento.

No estudo da KPMG, 61% dos profissionais de RH têm como meta para o próximo ano alinhar melhor sua cultura aos propósitos da empresa, enquanto 71% decidiram nomear especialistas em cultura e valores para ajudar nessa missão.

Independentemente da tática empregada, o desafio será construir uma cultura única que represente a identidade da empresa, inspire pessoas e reflita os valores pessoais de cada colaborador.  

6. Preencher os gaps de competências

De acordo com o relatório Top Priorities for HR Leaders in 2020, publicado pela Gartner, a maior urgência para 2020 é preencher os gaps de competência e construir as habilidades necessárias para o crescimento da organização.

Na pesquisa, 86% dos líderes de RH afirmam que sua prioridade número um em 2020 será investir na gestão de competências para se adaptar às mudanças do mercado e responder rapidamente aos novos desafios. 

No conjunto de habilidades desejadas, destacam-se, mais uma vez, as soft skills: competências comportamentais indispensáveis no perfil dos profissionais mais inovadores.

7. Preparar a futura liderança

Outra prioridade apontada pela Gartner para o RH é preparar as próximas lideranças para assumirem seu posto na empresa. 

De acordo com a pesquisa, 63% dos profissionais de RH especialistas em treinamento & desenvolvimento afirmaram estar totalmente focados na capacitação de seus futuros líderes.

No caso, o desafio é planejar as sucessões, treinar os colaboradores com um pipeline de liderança e garantir que os novos gestores estejam prontos para a realidade digital e data-driven dos próximos anos. 

Como superar os desafios do profissional de RH

Como vimos, os principais desafios do profissional de RH para 2020 envolvem a gestão de talentos, inovação e tecnologia. 

Se você quer estar bem preparado, é melhor garantir os talentos certos para reforçar seu capital humano e construir a cultura ideal. 

Nesse ponto, a Revelo pode ajudar: temos um marketplace de talentos repleto de profissionais de alto nível aguardando seu convite para entrevistas.

Assim, você pode acelerar seu recrutamento e seleção e ganhar tempo para se dedicar à inovação no RH — além de poupar esforços para encontrar os profissionais ideais. 

E aí, está mais confiante para enfrentar os desafios do profissional de RH em 2020?

Se precisar de ajuda para completar o time, pode contar com os nossos talentos exclusivos. 

Related Posts