Desenvolvedor: conheça os caminhos para tornar-se um CTO

0
Share

Se você trabalha como desenvolvedor, conheça as principais habilidades necessárias e alguns caminhos para tornar-se um CTO, um dos cargos de TI de mais alto nível nas empresas.

Nas últimas décadas, a transformação digital e a presença de novas tecnologias vêm avançando rapidamente nas empresas. Nesse cenário, tornou-se cada vez mais importante ter um CTO (Chief Technical Officer) para liderar os projetos de tecnologia.

Em resumo, um bom CTO deve conhecer linguagens de programação relevantes e estar atento às novidades tecnológicas mais atuais. Além disso, precisa ter conhecimento em estratégia de negócios, gestão de pessoas e de projetos digitais, como sites, apps e sistemas.

Geralmente, tornar-se um CTO é o auge da carreira de um profissional de tecnologia, como de desenvolvedor, e há muitos desafios para chegar lá. A boa notícia, é que existem alguns caminhos comuns para tornar-se o CTO, além de espaço no mercado.

Segundo o Bureau of Labor Statistics dos EUA, as perspectivas de emprego para CTOs são boas, as oportunidades de trabalho devem aumentar 10% entre 2020 e 2030, muito mais rápido do que a média de 4% para todos os empregos.

Para ajudar você nesse plano de carreira, vamos explicar a seguir sobre as principais habilidades e responsabilidades do CTO. Além dos caminhos mais comuns para um desenvolvedor conquistar o cargo de TI de mais alto nível nas empresas. Veja a seguir!

Entenda o cargo do CTO

O CTO (Chief Technology Officer ou Chefe de Tecnologia) é o executivo responsável pelas necessidades tecnológicas da empresa, bem como, sua pesquisa e desenvolvimento. 

Conhecido também como diretor de tecnologia, ele avalia as necessidades de curto e longo prazo e planeja o uso do capital para fazer investimentos com foco nos objetivos do negócio. 

Para isso, precisa ter amplo conhecimento de tecnologia da informação, infraestrutura de tecnologia, desenvolvimento de produtos e outras tecnologias.

Além disso, é essencial ter uma sensibilidade apurada para o gerenciamento de equipes de desenvolvimento, implantação de processos e compreensão de todos os aspectos do negócio.

Afinal, o CTO é a mais alta posição executiva de tecnologia dentro de uma empresa e lidera o departamento de tecnologia. Geralmente se reporta diretamente ao diretor de informações (CIO), mas também pode se reportar ao diretor executivo (CEO).

5 Principais responsabilidades do CTO

1. Administração tecnológica

O CTO coordena toda a área de tecnologia, arquiteta, acompanha a implementação e administra os recursos tecnológicos de um determinado negócio, conseguindo gerar inovação e trazer novas ferramentas para gerar vantagem competitiva.

2. Contratação e da equipe técnica

É comum que o CTO tenha participação ativa na escolha e avaliação de talentos digitais, tanto na contratação de colaboradores fixos, como a equipe de desenvolvedores. Quanto na criação de estratégias de outsourcing, criando uma equipe alinhada aos valores da empresa.

3. Comunicação

O CTO tem o papel de criar pontes de comunicação, transmitindo as necessidades tecnológicas e os objetivos da empresa para o líder técnico, gerente de projetos, clientes externos, desenvolvedores, colaboradores internos ou até mesmo o CEO. 

Essa boa relação da comunicação promovida pelo CTO é essencial para criar um alinhamento entre os principais responsáveis pelas questões e decisões tecnológicas da empresa.

4. Acompanhar tendências

O CTO precisa estar por dentro das novidades tecnológicas que possam ser aplicadas à empresa, com o objetivo de trazer eficiência e vantagens competitivas, especialmente nas áreas de arquitetura da informação, Big Data e desenvolvimento de softwares.

5. Implementação de infraestrutura

A implementação da infraestrutura tecnológica é uma função primordial dos CTO, embora as atribuições desse profissional tenham se expandido, a supervisão da infraestrutura continua sendo uma responsabilidade importante para ser acompanhada.

Outras atribuições comuns:

  • Definição de metas no que diz respeito à tecnologia;
  • Criação de estratégias;
  • Proposição de melhorias tecnológicas;
  • Orientação de incorporações e aquisições de outras empresas;
  • Construção de uma boa cultura tecnológica e reputação;
  • Resolução de problemas realizada de forma criativa.

Requisitos para torna-se um CTO

Formação Acadêmica

A maioria dos CTOs possuem graduação em Ciência da ComputaçãoTecnologia da Informação e outras áreas semelhantes. Porém, há muitos casos de CTOs com formação inicial em áreas como Administração ou Marketing.

Por se tratar de um cargo de liderança, é esperado que o candidato a CTO também tenha formações adicionais, por exemplo, MBA, mestrado e especialização com foco em tecnologia, administração, negócios ou vendas.

Experiência

O CTO está no topo dos cargos de tecnologia, por isso, é desejável que o candidato tenha ampla experiência em diversos cargos técnicos durante a sua trajetória profissional na área de tecnologia, como na função de desenvolvedor.

Em geral, um CTO possui dez anos ou mais de experiência de trabalho na área de tecnologia.

Conhecimentos em tecnologia

É esperado que o CTO possua conhecimentos profundos neste campo. Afinal, ele que definirá quais tecnologias a empresa utilizará.

São diferentes as habilidades necessárias, entretanto, o requisito essencial é o conhecimento de diferentes linguagens de programação, ferramentas e recursos tecnológicos.

Soft Skills

As soft skills são as competências relacionadas ao comportamento e relações intrapessoais. Algumas dessas habilidades são essenciais para um bom CTO, entre elas: 

  • Comunicação: comunicar-se eficientemente com gestores, colaboradores e clientes.
  • Organização: especialmente ao lidar com sprints de metodologias ágeis.

Conheça alguns caminhos para tornar-se CTO

Suponha que você já passou pelos níveis de carreira de desenvolvedor e atualmente seja um líder técnico em uma empresa. 

Além disso, você está melhorando suas competências empresariais e sociais com o objetivo de tornar-se um CTO. O principal, você se sente pronto para assumir esse novo cargo e desafio na sua carreira profissional.

Nesse cenário, você tem algumas opções de caminhos a seguir. Confira algumas deles:

  1. Comece uma empresa totalmente do zero;
  2. Busque uma promoção ou novas oportunidades;
  3. Use o conhecimento para trabalhar como CTO consultor.

1. Comece uma empresa totalmente nova do zero

Esse é o caminho mais curto para tornar-se CTO. Isso significa fundar uma empresa, provavelmente com alguns sócios, e construir tudo do zero.

Esta empresa pode ser uma pequena empresa ou uma startup, em ambos os casos, será necessário financiar sua atividade com dinheiro de várias fontes.

Por exemplo, investir recursos próprios e de seus sócios, subsídios públicos (locais, nacionais ou globais), financiamento coletivo e capital de risco.

Outra possibilidade seria a compra de uma empresa já existente, com a escolha de um negócio com estrutura e equipe que se assemelham ao que você escolheria construir. 

Neste caso, geralmente, é preciso ter uma boa quantidade de dinheiro disponível para investir, o que é raro entre os jovens desenvolvedores.

2. Busque uma promoção ou novas oportunidades

Existem muitas funções nas grandes equipes de desenvolvedores e supondo que você seja bom o suficiente, investigue como ser promovido a Líder Técnico. 

Enquanto aperfeiçoa e atualiza suas habilidades tecnológicas, estude gestão de negócios com foco na empresa e melhore suas habilidades de comunicação nas comunidades de desenvolvedores online.

Os avanços em sua carreira podem ocorrer dentro de sua empresa atual ou ingressando em uma nova empresa. Esse é um dos motivos para investir tempo nas principais redes sociais especializadas e em eventos da comunidade tech, criando seu próprio networking.

Sem dúvida, esses são os melhores lugares para obter novos insights, e para que as pessoas saibam quem você é, caso precisem das suas habilidades.

Enquanto isso, como um desenvolvedor eficaz, continue cuidando de projetos dentro de sua empresa atual, o que poderá economizar tempo e dinheiro quando você se tornar líder técnico.

No entanto, a liderança técnica é uma etapa intermediária, não um ponto de chegada. O objetivo é ser um CTO, então encontre oportunidades para demonstrar seu domínio técnico e habilidades de comunicação para seus superiores.

3. Use o conhecimento para trabalhar como CTO consultor

A terceirização sempre foi uma opção, e atualmente esse paradigma é muito aplicado na área de tecnologia. Por exemplo, o CTO as a service é a contratação dos serviços de assessoria técnica e de negócios para auxiliar uma startup ou uma empresa.

Esse serviço pode ser contratado por empresas novas no mercado, que não possuem um CTO ou mesmo não sabem como contratá-lo.

Desse modo, usando CTOaaS, as empresas podem simplesmente contratar uma consultoria, evitando adicionar mais um executivo C-level ao conselho de administração.

O trabalho de consultor pode ser uma boa oportunidade para o desenvolvedor obter conhecimentos valiosos que o ajudarão a se tornar um CTO completo em pouco tempo.

Ao trabalhar como consultor para empresas, é fundamental intensificar as atividades nas redes sociais e comunidades online de tecnologia para ganhar espaço no mercado. 

Além disso, é importante fazer apresentações sobre o que você está estudando ou trabalhando e publicar seu conteúdo em blogs de tecnologia, por exemplo, o medium.com

Revelo: sua plataforma de recrutamento tech

Desenvolvedores

Agora que você já sabe mais sobre as habilidades, responsabilidades e os caminhos para tornar-se um CTO.

Basta utilizar a plataforma de recrutamento tech ideal para candidatos da área de tecnologia.

Na Revelo, você encontra oportunidades nas melhores empresas do Brasil e do mundo. Além disso, todo o processo seletivo pode ser realizado online, desde a entrevista até a assinatura do contrato. Experimente!

Related Posts