Desenvolvedor de aplicativos híbridos: habilidades, atribuições e salário

0
Share

Confira a seguir as principais habilidades, atribuições e salário do desenvolvedor de aplicativos híbridos e contrate o profissional ideal para sua empresa!

Atualmente, muitas empresas e startups estão optando por criar aplicativos híbridos que funcionam perfeitamente nos smartphones iOS e Android. Dessa forma, é possível reduzir custos e ganhar agilidade no desenvolvimento de aplicativos excelentes.

Por isso, muitas empresas estão interessadas em contratar desenvolvedores de aplicativos híbridos com experiência nas tecnologias utilizadas para essa finalidade, por exemplo, Flutter, React Native, HTML5, CSS e Javascript.

Para ajudar você a contratar o desenvolvedor de aplicativos híbridos ideal, selecionamos as principais habilidades, atribuições e média salarial desse profissional!

Confira a seguir o conteúdo que preparamos!

Entenda o desenvolvimento multiplataforma

Primeiramente, é importante entender o termo desenvolvimento multiplataforma ou híbrido para compreender o trabalho desse profissional.

Em resumo, é uma abordagem que permite aos desenvolvedores criar aplicativos com diversos objetivos e funcionalidades, que seja compatível com os sistemas operacionais mais populares do mundo: Android e iOS. 

5 Linguagens de programação mais requisitadas

Existem diversas linguagens de programação que o desenvolvedor de aplicativos híbridos precisa conhecer e ter alguma experiência para trabalhar nessa área.

Além disso, buscar aprender novas linguagens aumentará a versatilidade do profissional em ambas as plataformas, o que o ajudará no desempenho e nos resultados. 

Confira as linguagens mais requisitadas:

1. Dart

É uma linguagem apresentada pelo Google, em 2011, para substituir o JavaScript como principal linguagem para navegadores. Sendo muito utilizada na criação de aplicativos para diversas plataformas onde atua como a linguagem oficial do Flutter.

2. Javascript

Foi lançada em 1996 como uma linguagem para programação de aplicações Web, com o objetivo principal de trazer mais dinamismo a interface do usuário.

3. Kotlin

Kotlin é uma linguagem de programação de plataforma cruzada, moderna, concisa e de uso geral projetada para interoperar totalmente com Java

Em 2017, Kotlin foi anunciada pela Google como a linguagem oficial do sistema Android. No mesmo ano, no lançamento do Android Studio 3.0, Kotlin também foi incluído como uma alternativa ao compilador Java padrão.

4. Swift

Swift é uma linguagem consistente e intuitiva, desenvolvida pela Apple para a criação de aplicativos para iOS, Mac, Apple TV e Apple Watch. Foi criada para oferecer mais liberdade para os desenvolvedores, pois é fácil de usar e funciona em código aberto.

5. Objective-C

Essa foi a primeira linguagem suportada pela Apple para o desenvolvimento de aplicativos iOS. É uma linguagem orientada a objetos (OO) que deriva a sintaxe da linguagem de C e o aspecto OO de SmallTalk.

5 Frameworks mais utilizados para aplicativos híbridos

Com a ajuda de frameworks, o desenvolvedor de aplicativos híbridos poderá configurar com mais agilidade o aplicativo para os sistemas Android e iOS. Confira a seguir os mais utilizados:

1. Flutter

O Flutter foi desenvolvido em 2017 pelo Google para criar interfaces nativas de alta qualidade nos sistemas iOS e Android. Esse framework trabalha com código existente, é usado por desenvolvedores em todo o mundo, além disso, é gratuito e de código aberto.

Para usar essa linguagem é necessário ter conhecimento sobre Dart, pois o framework é ahead of time (AOT), que significa ter o código compilado antes da execução, tornando o carregamento do aplicativo e das animações mais fluidos.

2. React native

Esse é um framework baseado no famoso React desenvolvido pela equipe do Facebook em 2015 com o intuito de possibilitar o desenvolvimento de aplicativos, tanto para Android, como para iOS, utilizando somente Javascript. 

O diferencial dessa linguagem é que todo o código desenvolvido é convertido para a linguagem nativa do sistema operacional.

3. Ionic

O Ionic é um SDK de software livre completo para desenvolvimento de aplicativos híbridos. A primeira versão foi lançada em 2013 construído sobre o AngularJS e o Apache Cordova.

Esse framework fornece ferramentas para criar aplicativos híbridos usando tecnologias Web, como CSS , HTML5 e Sass. No entanto, recentemente foi reconstruído como um conjunto de Web Components, permitindo ao usuário escolher qualquer estrutura de interface do usuário, como angular, Reagir ou Vue.js. 

4. Xamarin

O Xamarin é uma plataforma de software livre para a criação de aplicativos modernos e de alto desempenho para os sistemas operacionais iOS, Android, e Windows com o .NET. Em geral, são apps multiplataforma escritos em C# no Visual Studio.

Essa tecnologia permite que os desenvolvedores gravem toda a lógica de negócios em uma única linguagem ou reutilizem o código do aplicativo existente, dessa forma, é possível alcançar o desempenho e a aparência de aplicativos nativos em cada plataforma.

5. PhoneGap

É um framework para desenvolvimento de aplicativos em código aberto utilizando a tecnologia Apache Cordova para acessar a funções dos smartphones como acelerômetro, câmera e geolocalização. Os aplicativos criados são compatíveis com iOS e Android.

Além disso, permite aos desenvolvedores criar aplicações utilizando HTML5, CSS3 e JavaScript sem a necessidade de depender de APIs específicas.

Habilidades relacionadas do desenvolvedor de aplicativos híbridos:

Desenvolvimento cross-platform 

O conhecimento de desenvolvimento de plataforma cruzada abre uma infinidade de oportunidades para uma criar aplicativos em ambas as plataformas.

Um desenvolvedor com experiência em ambas as plataformas, Android e iOS, poderá ajudar o profissional a ganhar mais, e a empresa a economizar em mão de obra especializada. 

Metodologia Ágil

Conhecer a metodologia ágeis é um dos principais requisitos do desenvolvedor de aplicativos híbridos, pois garante interações em todos os estágios de desenvolvimento. Além de auxiliar os clientes a se manterem atualizados sobre todas as mudanças que estão ocorrendo. 

Além disso, com métodos ágeis é possível alternar simultaneamente da atividade de desenvolvimento, para a atividade de teste, o que não era possível no modelo em cascata. 

Interface do Usuário e Experiência do Usuário

É desejável que o desenvolvedor de aplicativos híbridos tenha noções de design de Interface do Usuário (UI) e Experiência do Usuário (UX). Dessa forma, poderá criar junto com a equipe aplicativos que atendam as necessidades dos usuários. 

Por exemplo, o sistema Android segue o Material Design, essas diretrizes  surgiram da coleta de informações e conhecimentos que se transformaram em um guia para aprimorar a relação do usuário com o aplicativo. 

Já o sistema operacional iOS segue o guia de design da Apple com suas características específicas para criação de aplicativos. 

Segurança cibernética

O desenvolvedor de aplicativos híbridos precisa ter conhecimentos de segurança cibernética para tomar todas as medidas de segurança possíveis para evitar uma violação de dados no aplicativo. É importante desconfiar de ataques de malware e outros softwares maliciosos.

Principais atribuições desse profissional

  • Suporte a todo o ciclo de vida do aplicativo (conceito, design, teste, lançamento);
  • Criar aplicativos totalmente funcionais para Android e iOS escrevendo código limpo;
  • Reunir requisitos específicos e sugerir soluções para problemas;
  • Escrever testes de unidade e IU para identificar avarias;
  • Solucionar problemas e fazer depurações para otimizar o desempenho;
  • Garantir que aplicativos novos e legados atendam aos padrões de qualidade;
  • Manter-se atualizado com as novas tendências do mercado.

Salário médio do desenvolvedor de aplicativos híbridos

Segundo dados da Revelo, o salário do desenvolvedor de aplicativos híbridos pode variar conforme a região do país, mas podemos considerar a média salarial por anos de experiência e nível de carreira.  Confira a seguir:

  • Desenvolvedor híbrido Junior (1 a 2 anos de experiência): salário de R$ 6.200;
  • Desenvolvedor híbrido Pleno (3 a 6 anos de experiência): salário de R$ 8.000;
  • Desenvolvedor híbrido Sênior (5 a 8 anos de experiência): salário de R$ 10.250.

Revelo: sua plataforma de recrutamento em tecnologia

Desenvolvedor de aplicativos híbridos

No marketplace de talentos Revelo, você contrata desenvolvedor de aplicativos híbridos de acordo as habilidades e experiências desejadas.

Além disso, com a opção Revelo Remoto, sua empresa pode realizar o processo seletivo de forma totalmente digital, desde a entrevista até a assinatura do contrato.

Outra opção para realizar o recrutamento de desenvolvedores em tempo recorde é o Revelo Network. Ao contratar este serviço, você contará com a consultoria exclusiva de um de nossos recrutadores para encontrar os melhores talentos para sua empresa.

Dessa forma, agilizamos o processo de seleção e, em até 10 dias indicamos os candidatos ideais para sua análise e decisão. Experimente!

Related Posts