#ComoÉQueTaAí: Digital House?

0
Share

Depois da pergunta mais ouvida nos últimos tempos: “vamos marcar um call?”, vem o inevitável “como é que tá aí?”. Nesse cenário de incertezas, queremos saber como as outras empresas e pessoas estão lidando com esse momento tão único. 

Aqui na Revelo é tudo sobre pessoas conectadas e por isso vamos juntos na missão de compartilhar informação e gerar aprendizado para nossa comunidade. E ninguém melhor que o RH para contar pra gente sobre o que anda rolando nos bastidores das empresas.

Então começamos hoje, uma nova série de conteúdos: #ComoÉQueTaAí

A primeira entrevistada foi a  Graziela Amaral, da Digital House. A Grazi, como ela gosta de ser chamada, é formada em Psicologia pela PUC Campinas, atua no RH com foco em Recrutamento e Seleção há mais de 3 anos e faz parte do crescimento e evolução do time.

Para quem não sabe, a Digital House é uma escola de cursos voltados para o mercado de tecnologia e possui cursos em diversas áreas como Programação, Marketing, UX e Dados. 

Sendo assim, e aí Grazi, conta pra gente: Como é que tá aí?

Pra mim?

No geral, minha rotina está muito melhor. Aproveitei o home office para vir para a casa da minha família no interior de São Paulo, e assim, ter mais tempo de qualidade com eles. Antes eu só vinha aos finais de semana.

Além disso, agora tenho tempo para fazer coisas que, na rotina de escritório e na correria de São Paulo, eu despriorizava como, por exemplo, participar de uma live relacionada ao mercado de RH, praticar yoga, meditar e fazer atividades físicas.

E na empresa?

O que mudou?

Alguns cursos tinham aulas presenciais, mas agora trouxemos todas as aulas para o formato virtual. Um ponto positivo é que já tínhamos uma plataforma para as aulas on-line, então foi só questão de migrar os que eram presencial para lá.

Internamente tivemos algumas mudanças também. Na semana passada, a reunião com a presidência, diretoria e todos colaboradores foi, pela primeira vez, no formato on-line. A ideia dessa reunião é criar um espaço para se conversar sobre diversos temas e ter um canal aberto de relacionamento com a alta liderança. Para nossa surpresa, a presença e o engajamento do time foram maiores do que costumavam ser quando a reunião era presencial. 

Todas as comunicações dos times do Brasil e da Argentina foram centralizadas na plataforma Workplace. Lá temos um grupo geral onde compartilhamos materiais sobre diversos temas, incluindo dicas de trabalho remoto ou exercícios físicos para fazer de casa.

E o RH?

Nos reunimos diariamente via Hangouts para alinhar as demandas e rotina de cada um. O time é muito unido, o que facilita bastante a troca e a comunicação. Assim também conseguimos dar maior suporte para que os gestores mantenham a conexão com seus times.

Como está o recrutamento?

Para a área acadêmica (marketing digital, dados e programação) as contratações continuam normalmente. Para vagas administrativas, estamos entrevistando, mas vamos esperar para contratar, porque precisamos preparar nosso onboarding remoto ainda.

O que está melhor?

Uma coisa super positiva que tenho percebido no trabalho remoto é que a pontualidade para participação das reuniões aumentou muito

Após  esse período de turbulência acredito que muitas coisas poderão ser repensadas! Os times seguem produtivos e áreas que antes não trabalhavam remotamente estão entregando 100% das suas demandas.

Quais os desafios?

O próximo passo é implementar reuniões semanais com cada time para entender como estão se sentindo e se precisam de algum apoio, assim conseguimos ajudar ainda mais.

Assim como a Grazi, várias empresas e profissionais de RH estão passando por esse momento de adaptação. E, mesmo em tempos de isolamento físico, nós da Revelo queremos estar mais próximos de vocês para passarmos por isso.

Não se esqueça de compartilhar com seus colegas de trabalho a história da Grazi, e fique ligado no nosso blog com mais histórias da sessão Como é que tá aí?!

Related Posts