Como trabalhar com a diversidade nas empresas: desafios e ideias para implementar

0
Share

Quer saber como trabalhar com a diversidade nas empresas?

É cada vez mais importante que profissionais saibam atuar em equipes que agregam pessoas de diversos grupos sociais.

Além de fomentar a troca de ideias, a diversidade diminui barreiras enfrentadas por diferentes grupos no mercado, como mulheres e negros, por exemplo.

Mas ainda existem desafios relacionados à diversidade, como a ineficiência da cultura organizacional e o preconceito no ambiente de trabalho.

Ficou interessado no assunto? Neste artigo, explore os seguintes tópicos:

  • Como é trabalhar com a diversidade
  • Desafios do trabalho com a diversidade
  • Como trabalhar com a diversidade nas empresas.

Vamos nessa? Boa leitura.

Como é trabalhar com a diversidade nas empresas 

Trabalhar com a diversidade nas empresas consiste em diversificar a equipe, integrando a ela diferentes grupos sociais que ainda enfrentam barreiras no mercado de trabalho, como negros, mulheres, LGBTs, idosos e pessoas com deficiência.

Também se trata de incluir profissionais com diferentes visões de mundo, ideias e idades, criando espaços onde circulam perfis variados.

“Uma força de trabalho diversa consiste em pessoas de diversas origens, incluindo uma variedade de históricos econômicos, crenças religiosas, identidades raciais e assim por diante”, afirma Kimberlee Leonard, que tem mais de 15 anos de experiência com pequenos negócios, em um artigo para o jornal Houston Chronicle.

Segundo ela, a diversidade pode trazer vantagens para o local de trabalho na medida em que permite que a empresa reconheça e responda à diversidade do mundo exterior.

Uma empresa com diversidade abre espaço para o debate de ideias, a criatividade e a otimização de resultados.

De acordo com a pesquisa Global Recruiting Trends 2018, elaborada pelo LinkedIn, a diversidade é uma tendência no universo corporativo.

O levantamento aponta que as razões pelas quais as empresas priorizam a diversidade:

  • 78% para melhorar a cultura
  • 62% para aumentar o desempenho financeiro
  • 49% para representar melhor os clientes.

Já um estudo de 2015 sobre a importância da diversidade, da consultoria McKinsey & Company, afirma que empresas com diversidade de gênero são 15% mais propensas a terem performance superior.

Já empresas com diversidade étnica são 35% mais propensas a elevar o desempenho.

Desafios do trabalho com a diversidade nas empresas 

Apesar de ser uma tendência global, ainda há desafios a serem enfrentados por profissionais que trabalham em empresas com diversidade. Confira abaixo os principais deles.

Falta de uma cultura organizacional voltada à diversidade

A empresa até pode montar uma equipe com diversidade. 

No entanto, se a cultura organizacional não é voltada para o tratamento igualitário, a colaboração e a oferta de oportunidades para todos os membros da equipe, os profissionais enfrentam barreiras para promover o compromisso com a diversidade.

Afinal, trata-se de um esforço que deve partir de todos.

Portanto, a cultura organizacional deve dar suporte para a escolha da empresa de criar times diversificados, criando códigos de conduta e mecanismos para que a ideia funcione na prática.

Combate ao preconceito no ambiente de trabalho

Outro desafio de trabalhar com a diversidade nas empresas diz respeito a enfrentar e combater o preconceito e a discriminação.

Afinal, não é raro que colaboradores que desconhecem a importância da diversidade tenham comportamentos inadequados, seja proferindo agressões, seja reproduzindo comentários ofensivos sob o tom de piadas, por exemplo.

Comunicação ineficiente

Imagine pessoas com diferentes bagagens culturais e de diferentes idades na mesma equipe.

A troca de ideias pode ser potencializada com a diversidade, mas o fato é que também podem ocorrer barreiras na comunicação.

Em um artigo para o Houston Chronicle, o jornalista Mitchell Holt afirma que cada pessoa e grupo cultural se comunica de uma forma particular.

“Os funcionários geralmente podem interpretar mal o tom, os e-mails e a linguagem corporal, e não conseguem interagir adequadamente”, destaca.

Segundo ele, a comunicação eficiente é crucial para a existência da diversidade na empresa.

Como trabalhar com a diversidade nas empresas 

Se você ainda não sabe como trabalhar com a diversidade nas empresas, coloque em prática as dicas que selecionamos abaixo. Vamos a elas.

Conheça a importância da diversidade

O primeiro passo é entender as razões pela qual a diversidade é fundamental no universo corporativo.

Ler sobre o assunto, buscar informação e respeitar todos os colegas, independentemente de raça, gênero, orientação sexual ou idade é crucial.

Respeite ideias divergentes

Uma das principais vantagens de trabalhar com a diversidade nas empresas é que ela gera um ambiente propício para a circulação de ideias e pensamentos distintos.

Essa troca é enriquecedora, desde que todos os profissionais tenham espaço para expor suas opiniões e saibam respeitar as ideias alheias.

Quanto mais pontos de vistas foram expostos, mais rica será a troca entre as pessoas, o que beneficia a equipe como um todo.

Portanto, o respeito ao outro deve ser uma prioridade ao conversar com os colegas de trabalho.

Fuja dos estereótipos

É crucial ficar longe de estereótipos, que revelam imagens preconcebidas e generalizadas em relação a diferentes características pessoais e grupos sociais.

Da mesma forma, não compactue com piadas e comentários atrelados a estereótipos.

De maneira geral, eles estão imbuídos de preconceitos que impedem o tratamento igualitário e, consequentemente, a diversidade nas empresas.

Em um artigo para a revista Forbes, a neurocientista Lynda Shaw afirma que uma equipe diversificada permite uma cultura de reconhecer as pessoas como indivíduos e não como estereótipos.

Supere os vieses inconscientes

Outro ponto fundamental para trabalhar com a diversidade no ambiente de trabalho é ficar atento aos chamados vieses inconscientes

Quando conhecemos alguém novo, nossa primeira impressão é formada com base em nossas experiências, memórias e associações anteriores — que muitas vezes levam à criação de preconceitos e estereótipos.

Logo, todos nós temos uma tendência a julgar as pessoas segundo nossas vivências, supervalorizando aqueles com quem nos identificamos e discriminando aqueles que correspondem a alguma experiência negativa. 

Essa percepção distorcida é o viés inconsciente, que é uma característica inevitável do nosso cérebro. 

Para impedir que esse aspecto atrapalhe a inclusão, você deve criar mecanismos de imparcialidade e se abrir a novas experiências, buscando a superação dos preconceitos internos.

E aí, gostou das dicas deste artigo?

Agora você já sabe como trabalhar com a diversidade nas empresas e por que ela é tão importante no mundo corporativo.

Se este conteúdo foi útil de alguma forma, compartilhe com seus amigos e colegas nas redes sociais.

Related Posts