People Talks: Estante Mágica

0
Share

No #PeopleTalks de hoje, conversamos Maíra Sampaio, Analista de RH da Estante Mágica.

Com o objetivo de estimular a criatividade e a paixão pela escrita, a Estante Mágica coloca as crianças como protagonistas do universo literário, transformando as suas histórias em livros completos, com direito a ilustrações, biografia dos pequenos autores e até sessões de autógrafo para família e amigos. Trabalhando em parceria com 4 mil escolas, eles já transformaram mais de 800 mil crianças em autores por todo o Brasil.

Em tempos de crise, eles continuam em sua missão em prol da educação, trazendo positividade e leveza para a vida das crianças e suas famílias. Vamos descobrir como a equipe está se organizando para dar continuidade a este trabalho tão importante. Com a palavra, Maíra Sampaio:

Pra mim?

Até o momento está sendo tranquilo. No início busquei diversos conteúdos com dicas de como se organizar para o trabalho remoto e respeitar o horário, tentando não ultrapassar a jornada para manter o ritmo sem exaustão.

Avisei os meus familiares que moram comigo que estou em casa trabalhando e preciso que respeitem esse momento, evitando entrar toda hora no meu local de trabalho ou conversando alto. Todos foram super compreensivos. Além disso, tenho lido alguns livros que recomendo:

  • “Empatia Assertiva” – de Kim Scott;
  • “O Fator Atitude” – de Mark Murphy;
  • “Satisfação Garantida” – de Tony Hsieh.

E na empresa?

Estamos já há mais de 1 mês em home office, esse foi um processo que de início já liberamos para toda empresa.

Na primeira semana, não só mantivemos o ritmo como também aceleramos. Os números continuam muito bons, mas depois de um tempo, sentimos um pouco a descida deles.

Acreditamos que tem mais haver com o momento atual que vivemos do que com o desempenho das nossas equipes.

Os maiores desafios nesse momento tem sido manter todos engajados e alinhados com a prioridades da Estante. Estamos agendando reuniões com todas equipes e gerando indicadores com mais frequência para alcançar as metas diárias e facilitar a rotina dos times.

O que mudou?

Incluímos algumas atividades para ajudar o pessoal a ter uma rotina mais saudável e manter todos próximos. Implementamos aulas de yoga, funcional e dança com a ajuda de alguns colaboradores que possuem o expertise para ministrar esses encontros, mas também contratamos profissionais especializados quando precisamos.

Estamos fazendo semanalmente o “Perguntas Mágicas” que consiste em uma série de perguntas para os diretores da Estante (que apelidamos carinhosamente de “cabelos brancos”), onde eles contam como têm se adaptado, por quais problemas passaram e alguns aprendizados. Isso funciona como um exercício de transparência e empatia, o que nos aproxima mais e tranquiliza o time.

E o RH?

O processo está sendo super tranquilo. Uma visão que tenho de tudo isso é que essa crise ajudou o RH a lidar melhor com tarefas que talvez fossem demorar muito mais e criou um sentimento de urgência e de colaboração.

Como está o recrutamento?

Mantivemos o nosso compromisso com os colaboradores e os integramos ao time de maneira remota. Adaptamos nossos processos para fazer tudo 100% online. Tínhamos dado uma desacelerada no recrutamento, mas já voltamos agora com algumas vagas para área de TI.

O que está melhor?

Todos os processos foram adaptados para o funcionamento online, o que trouxe mais visibilidade, transparência e agilidade. Sentimos que é mais fácil agendar entrevistas e reuniões, já que as agendas estão mais livres durante a quarentena. Queremos implementar o trabalho remoto de alguma forma após a quarentena.

Além disso, as equipes estão muito mais disponíveis, unidas e dispostas a se ajudar. Todas as mudanças de processos que a pandemia trouxe, mostrou que podemos ser mais flexíveis e adaptáveis às demandas. Sinto também que as pessoas estão mais abertas, o que reforçou a nossa união e também estamos mais próximos dos diretores.

Quais os desafios?

O desafio principal para o RH está sendo contratar sem conhecer os candidatos pessoalmente e em como adaptarmos benefícios que oferecemos para essa forma de trabalho e convivência remota, considerando a quarentena.

Estamos estudando em como passar por isso e trabalhando juntos, para sairmos mais fortes!

Não se esqueça de compartilhar a história da Maíra, e fique ligado no nosso blog com mais histórias da sessão #PeopleTalks!

Related Posts