Integração de novos colaboradores: como usar o onboarding para reter os melhores talentos

0
Share

Investir na integração de novos colaboradores é tão importante quanto acertar nas contratações.

Afinal, seus recém-contratados precisam de um período de adaptação e treinamento para mostrar todo o seu potencial, e cabe a você melhorar esse processo.

Sem a orientação e o planejamento adequados, os temores e as incertezas dos primeiros dias se tornam ainda maiores — não apenas para quem está começando, mas também para os gestores.

Mas, com o onboarding adequado, essa transição se torna mais rápida, suave e eficaz.

Quer saber como criar a jornada perfeita de integração de novos colaboradores?

Continue lendo e dê início a uma employee experience que será inesquecível.

O que é a integração de novos colaboradores

A integração de novos colaboradores, ou onboarding, é um processo realizado pelo RH para recepcionar e integrar à empresa os profissionais recém-contratados.

O objetivo é fazer com que o colaborador se adapte o mais rápido possível e alcance seu máximo potencial.

Para isso, o profissional precisa desenvolver suas relações com a equipe, se adequar à cultura da empresa e incorporar os métodos de trabalho. 

Esse aprendizado leva tempo, mas um onboarding bem-feito agiliza o processo e ajuda o colaborador a se familiarizar em poucos dias ou semanas. 

Por que investir na integração de novos colaboradores

Há vários motivos para investir na integração de novos colaboradores, pois a missão do RH não termina na contratação. Confira as vantagens de desenvolver seu onboarding. 

Melhora na retenção de talentos

Quando a integração dos novos talentos é bem-sucedida, são grandes as chances de mantê-los na sua equipe.

Segundo uma pesquisa da Digitate, que entrevistou 1.500 profissionais de RH, aqueles colaboradores que têm uma experiência negativa no onboarding são duas vezes mais propensos a procurar outro emprego em um futuro próximo.

Ou seja: se você quer reter os talentos estratégicos para o negócio, é melhor garantir que sejam muito bem recebidos.

Maior eficiência nas contratações 

Se o onboarding for insatisfatório, é provável que o profissional demore para apresentar resultados ou não se adapte à empresa.

Por isso, uma boa integração de novos colaboradores garante o retorno sobre o investimento e contratações de qualidade. 

Agilidade na aprendizagem

O onboarding inclui esforços de treinamento e capacitação que agilizam a aprendizagem dos recém-contratados.

Desse modo, você não precisa esperar meses para ver o potencial pleno dos novos profissionais em ação. 

Bastam algumas semanas para que o colaborador evolua seu desempenho de acordo com os objetivos do negócio.

Construção de uma cultura sólida

O onboarding também contribui com a construção de uma cultura sólida, pois garante que os novos colaboradores se adaptem aos valores da empresa.

Assim, todo profissional que se juntar à equipe terá o fit cultural perfeito, mantendo a harmonia na equipe.

Além disso, o clima organizacional só tende a melhorar com a plena integração dos novos contratados.

Como fazer a integração de novos colaboradores

Já deu para perceber que a integração de novos colaboradores é essencial, certo?

Então, siga o passo a passo para criar seu onboarding.

1. Planeje todo o processo

O processo de onboarding deve ser planejado do início ao fim, pois cada empresa tem um processo personalizado.

Primeiro, defina os objetivos e metas do processo de acordo com as expectativas de desempenho e aprendizagem dos novos colaboradores.

Depois, crie as estratégias e ações para cumprir essas metas, e não se esqueça de delegar as tarefas aos responsáveis e elaborar um cronograma.

Quanto tempo deve durar o onboarding?

O que o colaborador deve aprender em cada estágio?

Quais ações serão utilizadas e quem deverá guiar e apoiar o recém-contratado?

Essas e outras perguntas-chave devem embasar seu planejamento para o onboarding ideal.

2. Deixe tudo pronto para o primeiro dia

O primeiro dia de trabalho é crítico para a integração de novos colaboradores, e deve ser planejado minuciosamente.

Por isso, você deve preparar a recepção nos mínimos detalhes, por exemplo:

  • Instruir os colegas de equipe e gestores para a recepção
  • Providenciar login e senha no sistema, e-mail e assinatura
  • Preparar a estação de trabalho e materiais de escritório
  • Criar um “kit de boas-vindas” com manual do colaborador, brinde personalizado e crachá.

Essas são apenas algumas sugestões, mas você pode usar sua criatividade para planejar a experiência que quiser.

3. Invista em treinamentos personalizados

O onboarding exige que você crie uma jornada de treinamentos personalizada para cada área e cargo.

Por exemplo, se você contratou um analista de marketing, é importante que esse profissional passe por atividades de capacitação específicas, conheça os gestores de cada área e tenha acesso a todas as ferramentas e tecnologias da empresa.

Logo, seu programa de onboarding deve contemplar encontros com líderes, treinamentos técnicos, participações em reuniões e eventos, etc.

4. Tenha um método de avaliação

Durante a integração de novos colaboradores, cada etapa deve ter um método de avaliação de desempenho.

Assim, você pode acompanhar o progresso do profissional e verificar se está dentro das expectativas, ou se é preciso mudar algo no processo.

5. Use a tecnologia para agilizar o onboarding

A tecnologia é essencial no onboarding, pois permite que você organize todos os dados do processo e automatize tarefas.

Há plataformas e soluções específicas para isso, que facilitam a aplicação de treinamentos, documentação do processo e acompanhamento do desempenho do profissional.

Assim, você consegue otimizar o processo e criar uma experiência única, que faz diferença no engajamento dos recém-contratados.

Melhor ainda se todo o processo seletivo for digital, emendando a experiência do candidato à experiência do colaborador ideal. 

Nesse ponto, o marketplace de talentos da Revelo pode ajudar com uma plataforma perfeita para contratar talentos.

Lá, você encontra profissionais de alto nível pré-selecionados e pode escolher os melhores candidatos para uma rodada de entrevistas online.

Dessa forma, fica mais fácil para o RH focar no fit cultural e no processo de onboarding do novo colaborador.

Depois de contratar os talentos ideais para a sua vaga, a integração será muito mais fácil — e com resultados muito mais rápidos.

Related Posts