Você sabe o que é soft skills? Aprenda a identificá-las em um processo seletivo

0
Share

Texto desenvolvido por Giuliano Sales, analista de marketing de conteúdo da Sólides.

Em um processo seletivo não são apenas as qualidades técnicas do candidato que estão em jogo. Além das habilidades específicas, uma vaga exige características relacionadas ao relacionamento interpessoal, a inteligência emocional etc. Essas são as soft skills, e também devem estar em evidência no processo seletivo.

O processo seletivo precisa representar uma necessidade estratégica da empresa. Uma vaga disponibilizada pode significar o crescimento de um setor ou a substituição de um profissional. Por isso, desenhar as etapas do recrutamento e seleção é essencial, pois garante uma maior aderência da pessoa contratada com a organização.

Nesse momento, as necessidades técnicas surgem com mais clareza na cabeça da pessoa responsável por esse processo. Quais são as qualificações que o novo profissional precisa ter para atender as demandas de determinada função? Quais são os cursos a serem feitos, os conhecimentos técnicos e operacionais? Todas essas questões estarão presente na job description.

Mas você sabe exatamente o que são as soft skills e como fazer para identificá-las em um processo seletivo? Continue a leitura para entender!

O que são soft skills?

Conceitualmente, soft skills estão relacionadas às competências comportamentais de um profissional. Para ser bem-sucedida, a pessoa precisa somar suas habilidades técnicas com capacidades que envolvem o relacionamento interpessoal, comunicacional e a inteligência emocional.

As soft skills não são adquiridas em uma curso acadêmico, mas sim durante toda a jornada do profissional. Cada pessoa tem um desenvolvimento de acordo com suas experiências passadas e os aprendizados retirados. Todos os desafios superados — e os não superados — são oportunidades para tirar lições e desenvolver as habilidades comportamentais.

As soft skills também são desenvolvidas fora do âmbito profissional. Toda interação com outras pessoas é uma oportunidade para conseguir avançar em termos comunicacionais, relacionais e emocionais. A compreensão de si é fundamental para que cada pessoa consiga entender os seus limites e a maneira como se comportará diante de determinado desafio.

Quais são os exemplos de soft skills?

Para o crescimento da empresa é fundamental contar com times de alta performance. As soft skills são habilidades que ajudam no desenvolvimento de um clima organizacional saudável e bem estruturado. Assim, é possível aumentar o engajamento dos profissionais — por meio da gestão comportamental — e conseguir alcançar resultados significativos.

Antes de falarmos sobre como identificar essas características no processo seletivo, é fundamental conhecê-las. Atualmente, as habilidades mais procuradas pelo mercado são as seguintes:

  1. comunicação: é indispensável ter a capacidade de ser fazer entender com clareza e eficiência. Para isso, a pessoa precisa sempre considerar o público-alvo;
  2. empatia: a capacidade de colocar-se no lugar de outra pessoa é fundamental para gerar uma compreensão mútua, principalmente diante dos desafios;
  3. resiliência: essa característica é muito forte em pessoas que já tiveram que passar por obstáculos em sua vida. A resiliência é a habilidade de conseguir manter focado diante dos momentos mais complicados;
  4. trabalhar sob pressão: lidar com a pressão do dia a dia do trabalho é fundamental para conseguir alcançar grandes resultados sem perder a produtividade;
  5. liderança: todos as pessoas da empresa precisam ter essa característica, não apenas os gestores. Ser líder é conseguir guiar os colegas e ser referência quando preciso.

Além dessas principais, existem outras soft skills a serem desenvolvidas pelos profissionais. Essas características trazem um efeito na organização. Por meio dela é possível criar um ambiente harmônico e impactar os resultados, fortalecendo a cultura organizacional e, consequentemente, a imagem da empresa junto ao público.

Como avaliar as soft skills em um processo seletivo?

É importante saber que as soft skills podem impactar as organizações, inclusive em termos de produtividade. Por isso, estabelecer um processo de recrutamento e seleção que leve em consideração todas essas habilidades comportamentais é fundamental. O papel da pessoa que trabalha no setor de recursos humanos é estabelecer etapas que tornem capaz a avaliação das soft skills.

As soft skills não são comprovadas por meio de certificados e diplomas. Elas são características que envolvem uma percepção mais íntima da pessoa que está se candidatando para vaga. Por isso, é necessário estabelecer um plano bem elaborado para conseguir avaliar essas habilidades no momento do processo seletivo.

Antes de avaliar, porém, é importante saber o que estamos procurando, não é mesmo? Para isso, é fundamental entender quais são as características comportamentais que determinada vaga demanda. 

Para identificar as características comportamentais necessárias para o setor, a gestão de pessoas deve observar os funcionários. Com um olhar criterioso — e sistemas que avaliam o perfil comportamental — é possível adicionar ao job description as soft skills que são requeridas pela função.

Dessa forma, os recrutadores mostram para as pessoas que estão interessadas em determinada vaga que a contratação não está condicionada apenas às habilidades técnicas, como também a questões como boa comunicação, trabalhar em equipe, ter resiliência etc.

Identificando as softs skills na entrevista

O momento da entrevista ajuda a identificar nas pessoas que estão se candidatando para a vaga quais são as softs skills que estão mais desenvolvidas. Até mesmo um contato prévio — por telefone ou internet — permite ao recrutador descobrir quais as principais habilidades de uma pessoa.

Em um momento de conversa é possível questionar os candidatos sobre alguns momentos de sua trajetória profissional. Essas perguntas ajudam a identificar as habilidades comportamentais desenvolvidas. As questões a serem feitas são:

  1. Você realizaria um trabalho fora da descrição da sua vaga?
  2. Como você lida com conflitos no ambiente de trabalho?
  3. Fale sobre um período no qual precisou trabalhar em equipe.
  4. Você já pediu ajuda para alguém no trabalho? Como foi a experiência.

Testes para identificar as softs skills

Outra forma de identificar essas habilidades é por meio de alguns testes durante o processo seletivo. Por meio de uma ferramenta especializada é possível conhecer o perfil comportamental dos candidatos na íntegra. Tudo por meio de um questionário que pode ser respondido em questões de segundos.

Existem quatro tipos diferentes de perfis comportamentais: analista, executor, comunicador e planejador. Cada uma é atribuído de uma série de características exclusivas. Conhecê-las é uma maneira do recrutador perceber como a pessoa se desenvolve perante os desafios que serão enfrentados no dia a dia da organização.

Saber identificar as soft skills pode ser mais desafiador do que parece para alguns recrutadores. Contar com ferramentas e um preparo organizado é a melhor maneira para conseguir ter um processo seletivo eficiente e contratar um colaborador que fará parte de um time de alta performance na empresa.Se você quer ter outras dicas sobre esse processo, aproveite para conhecer nosso guia completo sobre recrutamento e seleção sobre o assunto!

Related Posts