Aprenda qual é o verdadeiro valor da sua pretensão salarial

0
Share

Pergunta: Estou em busca de emprego e sempre fico na dúvida da pretensão salarial, como saber quanto colocar?

Essa dúvida pode ser respondida de várias formas, mas queremos trazer aqui o questionamento: você sabe qual é o seu custo de vida?

Normalmente quando levantamos esse questionamento, as pessoas falam as contas fixas, os famosos boletos: aluguel, prestação da casa, luz, gás, internet… raramente as pessoas colocam os custos variáveis como mercado, feira, farmácia, roupas, transporte, e lazer.

Para descobrir quanto realmente gastamos por mês, é preciso anotar tudo o que gastamos, além das contas fixas e boletos que chegam todo mês. Não importa a forma, pode ser uma planilha, um aplicativo ou até mesmo o bom e velho papel e caneta. 

Olhe seus extratos bancários e fatura de cartão, não deixe passar nada, principalmente aqueles gastos extras, são os nossos preferidos. O passeio no final de semana, a roupa ou tênis novos e os presentes que compramos para quem gostamos em datas especiais. Tudo tem que entrar na conta, não esqueça dos saques. É importante identificar esses gastos que nem percebemos que gastamos.

“Poxa, mas isso vai me dar um trabalhão!”

 Sim é verdade, pegue um mês fechado, o mês passado por exemplo e faça esse exercício, com certeza vai valer a pena! Você vai se surpreender com o valor que você gasta todo mês. 

Aproveite para classificar esses gastos, e veja onde você está gastando seu dinheiro. No final, some tudo, isso será o seu custo de vida mensal.

Na hora de falar sua pretensão salarial, pense nesse valor. Você tem que ter um salário maior do que seu custo mensal, já que precisamos guardar dinheiro para os nossos projetos, sejam ele pequenos: como trocar o celular ou fazer uma bate e volta nas férias, ou custos maiores: como casar, comprar uma casa, trocar de carro, ter filhos. Por isso, o nosso salário deverá ser maior que o nosso custo de vida! E se o custo de vida for muito alto, é hora de reavaliar o que você gasta e fazer caber no seu orçamento.

Às vezes, usamos como justificativa o salário baixo para não guardar o dinheiro, mas vemos que não importa o quanto você ganha, muitas pessoas quando passam a ganhar mais, aumentam seu custo de vida muito mais que o salário, e ficam sem espaço nenhum para conseguir fazer uma reserva financeira e realizar projetos. Não deixe essa desculpa te enganar!

Esperamos que essas dicas tenham ajudado você na sua pretensão salarial.

Related Posts