Por que devo ser contratado: Saiba o que responder

0
Share

Por que devo ser contratado: você está preparado(a) para dar uma boa resposta nas entrevistas?

Então é melhor pensar no script, pois essa pergunta é fatal nos processos seletivos e pode decidir a vaga dos seus sonhos.

Apesar de intimidadora, é realmente uma questão essencial, pois a empresa precisa ter certeza de que você é o candidato certo para a vaga.

Logo, o que o recrutador realmente quer é conhecer seu potencial para agregar valor à empresa.

Então, qual será sua estratégia para apresentar seu melhor?

Não vale apelar para os clichês de “trabalhador”, “proativo” e “interessado em crescer com a empresa”.

Para ajudar você, separamos dicas de especialistas e tendências do RH:

  • Por que devo ser contratado: como planejar a resposta
  • Por que devo ser contratado: resposta pode mudar conforme empresa
  • Por que não devo ser contratado?
  • Como ser contratado mais rápido.

Quer dar a melhor resposta e conquistar o cargo? Então leia com atenção.

Por que devo ser contratado: como planejar a resposta

Para responder ao famoso “por que devo ser contratado” e impressionar o recrutador, você precisa de um planejamento prévio.

Quando surpreendidos pela questão, a maioria dos candidatos se sente desconfortável e improvisa algo do tipo “porque sou competente, esforçado(a) e quero o cargo”.

Essa não é a melhor resposta, pois não demonstra nenhum diferencial e coloca você em um patamar mediano.

Na verdade, os recrutadores sabem que a pergunta é constrangedora, mas usam a técnica para testar sua capacidade de se vender.

Ao invés de encarar a questão como um problema, você precisa aproveitar a oportunidade de mostrar seus pontos fortes.

Para isso, comece mudando a pergunta: quando ouvir “por que devemos contratar você?”, traduza para “como você pode agregar valor à empresa?”.

No fim das contas, é sua capacidade de criar valor que está sendo avaliada acima de tudo.

A executiva Mira Zaslove, destaque do Quora, acredita que a resposta deve começar pela adequação às necessidades da empresa.

Em matéria da Inc., ela recomenda que o candidato demonstre entusiasmo com a questão e enfatize suas competências mais importantes de acordo com o cargo, produto e cultura da empresa.

Além disso, a especialista aconselha o profissional a se concentrar nos três pontos essenciais da vaga: as competências exigidas, a vontade de ser contratado e a relação com os colegas.

Já a colunista da Forbes Liz Ryan afirma que o candidato deve evitar a comparação com os outros profissionais concorrentes, que evidentemente não conhece.

Nesse caso, é melhor deixar claro que, independentemente do perfil dos outros candidatos, você tem as competências necessárias para suprir a demanda de talentos da empresa.

Então, antes de sair de casa para a entrevista, você precisa saber de cor qual será sua contribuição para o crescimento do negócio.

Por que devo ser contratado: resposta pode mudar conforme empresa

Não há uma única resposta para “por que devo ser contratado”, pois as razões variam conforme a empresa, requisitos da vaga e cultura organizacional.

Na hora de elaborar sua resposta, o mais importante é focar nas necessidades da empresa, ao invés de se autopromover indiscriminadamente.

Para isso, você precisa saber o máximo de informações sobre a empresa, pesquisando no site oficial, redes sociais, plataformas de avaliação e qualquer canal disponível.

Eis alguns exemplos de estratégias para uma resposta certeira:

Valorize sua expertise

Uma das principais formas de agregar valor à empresa é trazer seu know-how de cargos anteriores.

Nesse caso, você deve ser contratado porque possui sólida experiência na área e já realizou projetos semelhantes em outras organizações.

Inclua números e resultados na sua resposta, provando que é capaz de fazer a diferença na equipe.

Mostre seu conhecimento

Além da experiência, você também deve ressaltar seu conhecimento sobre o produto ou serviço principal da empresa.

É importante dar exemplos de como você pretende agregar valor às soluções da organização, inclusive com ideias inovadoras.

Nesse momento, acrescente também suas competências técnicas mais valiosas.

Aposte no fit cultural

De acordo com o CHRO da Mastercard, Michael Fraccaro, o novo RH está em busca de candidatos que possuam valores e atitudes em sintonia com a cultura da empresa.

Em entrevista à Forbes, ele reforça a importância do fit cultural como diferencial e recomenda que os candidatos estudem o perfil da empresa antes da entrevista.

Assim, você também pode justificar sua contratação com a adequação à missão, visão e valores, além de mostrar que se sente motivado com o clima da organização.

Ressalte as soft skills

As soft skills ou competências comportamentais estão ganhando destaque no recrutamento e seleção, e podem ser sua arma secreta na hora da entrevista.

A pesquisa Project Oxygen do Google, por exemplo, revelou que as principais qualidades de seus melhores profissionais eram soft skills, e não hard skills altamente técnicas como se imaginava.

As habilidades campeãs foram a capacidade de ouvir e se comunicar com eficiência, liderança do tipo coaching, compartilhamento de insights, solução de problemas e empatia.

Logo, não se esqueça de incluir na resposta competências como criatividade, colaboração, adaptabilidade e capacidade de gestão, que serão cada vez mais valorizadas.  

Domine as hard skills

Embora as soft skills estejam em alta, é claro que as hard skills continuam sendo obrigatórias em qualquer cargo.

De acordo com o Linkedin Talent Blog, as hard skills mais desejadas para 2019 estão na área de tecnologia, incluindo computação em nuvem, inteligência artificial, design UX/UI e desenvolvimento mobile.

Outras tendências apontam para a gestão de pessoas e projetos, gestão de mídias sociais, jornalismo e ciência de dados.

No entanto, o que realmente importa é dominar os requisitos técnicos exigidos pela vaga, como ferramentas, sistemas e metodologias – e os requisitos desejáveis também, de preferência.

Se puder comprovar suas habilidades por meio de testes técnicos presenciais ou digitais, melhor ainda.

Use uma retórica inteligente

Diante da questão “por que devo ser contratado”, muitos candidatos já disparam a resposta “eu devo ser contratado porque…” de forma que chega a soar mecânica.

Ao invés de usar um discurso ensaiado, você pode lidar com a pergunta de forma mais inteligente e espontânea.

Por exemplo, você pode abrir um sorriso e dizer: “Boa pergunta! Você está com a vantagem agora, pois não conheço os outros candidatos. Mas posso dizer que tenho a experiência necessária para […].”

Ou ainda: “Essa é uma pergunta-chave. Entendo que você tem uma decisão difícil para tomar, então vou ressaltar alguns pontos sobre meus conhecimentos que podem ajudar na escolha.”

Use sua criatividade para responder naturalmente, com tranquilidade e confiança.

Por que não devo ser contratado?

Apesar de incômoda, a pergunta “por que não devo ser contratado” pode ajudar você no processo de autoavaliação e elaboração da resposta ideal.

Ao se perguntar quais seriam as possíveis razões para não ser escolhido, você faz uma autocrítica mais sincera e consegue identificar suas fraquezas em relação ao cargo.

Por exemplo, você pode constatar que o domínio de determinada ferramenta seria um diferencial importante para conquistar a vaga, e então investir em capacitação para essa e outras oportunidades.

Do mesmo modo, a questão ajuda a reconhecer pontos importantes sobre a cultura da empresa que podem ter sido ignorados.

Outro exemplo é a questão da flexibilidade: se você está acostumado a trabalhar com horários flexíveis, será que se adaptaria a uma rotina mais rígida?

Com essa reflexão, você pode analisar a fundo a compatibilidade com a vaga e organização, e ter argumentos muito melhores na hora da entrevista.

Como ser contratado mais rápido

Se você quer ser contratado mais rápido e sem a burocracia dos processos seletivos, está na hora de mudar sua forma de procurar emprego.

Felizmente, as soluções tecnológicas estão revolucionando o recrutamento e seleção, para tornar o processo mais ágil e eficiente.

A mudança é necessária em tempos de disputa acirrada pelos talentos, pois os melhores profissionais não têm tempo a perder com testes, entrevistas e etapas intermináveis.

De acordo com a Talent Lyft, as empresas levam entre dois e três meses para contratar um novo colaborador, mas os bons candidatos passam apenas 10 dias disponíveis no mercado de trabalho.

Para acelerar o processo seletivo, surgiram ferramentas como a Revelo, uma plataforma que conecta talentos excepcionais às melhores empresas em poucos cliques.

Com a Revelo, as empresas conseguem encontrar seus candidatos ideais em apenas 14 dias, com economia de 70% no tempo de contratação.

Para os profissionais, a vantagem é ser convidado e escolhido por empresas inovadoras, que se preocupam com a agilidade, precisão e qualidade do processo seletivo.

Para os que se sentem exaustos só de pensar na maratona de testes presenciais, a Revelo oferece testes técnicos 100% online inclusos na plataforma.

Ou seja, você pode provar suas habilidades sendo aprovado nos testes, o que facilita a triagem do recrutador e agiliza a contratação.

E o melhor: o cadastro é totalmente gratuito e você escolhe os processos de que deseja participar.

Na etapa da entrevista, você já estará totalmente familiarizado com a vaga e pronto para responder a qualquer pergunta – especialmente “por que devo ser contratado”.



Related Posts