Profissionais de tecnologia: 78% consideram trocar de trabalho caso modelo presencial seja obrigatório

0
Share

Entenda por que a maioria dos profissionais de tecnologia consideram trocar de trabalho caso modelo presencial seja obrigatório nas empresas. Confira os motivos!

Com o avanço da vacinação, empresas de várias áreas de atuação já começaram a falar sobre a volta ao trabalho presencial.

Porém, nas carreiras digitais, a maioria dos colaboradores prefere o home office, indicou a pesquisa da Revelo realizada em setembro.

Cerca de 78% dos respondentes consideram trocar de emprego caso não haja flexibilidade em permanecer trabalhando de casa. Enquanto 19% preferem o modelo híbrido e apenas 2% escolheram o presencial.

Confira o perfil dos profissionais que responderam à pesquisa:

  • 69% são Desenvolvedores de Softwares;
  • 9,5% Designers;
  • 8,1% áreas de Dados;
  • 6,4% áreas de Produto;
  • 4% Segurança da Informação;
  • 3,3% Marketing Digital.

Confira a faixa etária dos profissionais que responderam à pesquisa:

  • 48,2% entre 25 e 34 anos;
  • 26,6% entre 35 e 44;
  • 20% entre 19 e 24;
  • 4,5% entre 45 e 54 anos,
  • 0,5% 18 anos ou menos
  • 0,2% entre 55 e 64 anos. 

Benefícios do home office

Ainda segundo levantamento da Revelo, os benefícios citados trazidos pelo home office, podem explicar por que da preferencia por esse modelo de trabalho.

“Hoje, existem duas vagas para cada profissional de tecnologia no mercado. Sendo assim, as companhias estão em uma corrida para conseguir reter o melhor talento e, por isso, a decisão de voltar ao trabalho presencial precisa ser cuidadosa e levar em consideração a preferência dos funcionários. Os benefícios do home office têm um peso importante para os colaboradores, o que pode explicar esse número impressionante de pessoas que cogitaria mudar de emprego caso ele acabe”, destaca o cofundador da Revelo, Lucas Mendes. 

Confira alguns pontos citados pelos entrevistados:

  • 71,3% dos profissionais responderam que gostam de não perder tempo no trânsito;
  • 54,2% indicaram que o motivo é poder trabalhar em cidades distantes;
  • 47,5% das pessoas não moram no mesmo município da empresa;
  • 46,6% a flexibilidade é a terceira razão pela preferência das pessoas.
  • 39% acham que no presencial a estrutura e os equipamentos são mais adequados;
  • 78% indicam que não gostam das muitas interrupções que acontecem in loco;
  • 74,6% elegem os horários inflexíveis como motivo de incômodos.

“Não existe uma receita mágica que indique o melhor formato, isso depende de cada empresa, da sua cultura e dos seus colaboradores com perfis específicos. É importante entender que a realidade nunca mais será igual ao cenário antes da pandemia, mas com diálogo será possível chegar no caminho ideal,  que seja benéfico  para os dois lados”, conclui o executivo.

Revelo: sua plataforma de recrutamento em tecnologia

desenvolvedor júnior

Na plataforma de recrutamento Revelo você encontra oportunidades de emprego para desenvolvedor nas modalidades home office e presencial.

Basta se cadastrar na plataforma, e ficar disponível para receber convites de entrevistas na modalidade que preferir trabalhar.

Além disso, você poderá participar do processo seletivo de forma digital, desde a entrevista até a assinatura do contrato. Experimente!

Related Posts