Recrutamento inteligente: passo a passo para a seleção de talentos

0
Share

O recrutamento inteligente é um dos propulsores de crescimento das empresas mais inovadoras do mercado.

Como você sabe, trazer os melhores profissionais para o seu time é essencial para obter os resultados que você deseja. E para facilitar, acelerar e melhorar esse processo, você precisa combinar a inteligência da área de Recursos Humanos com as novas tecnologias que as HR Techs oferecem.

Quer usar o recrutamento inteligente para levar sua empresa ao próximo nível? Veja o que você vai aprender neste artigo:

  • O que é e como funciona o recrutamento inteligente
  • Como implementar o recrutamento inteligente na sua empresa
  • Quais são os principais tipos de recrutamento
  • Quais são as principais técnicas de seleção
  • Como foi a evolução da captação de talentos
  • Como as tecnologias permitem um recrutamento mais inteligente.

Recrutamento inteligente: o que é?

O recrutamento inteligente é uma estratégia que consiste em localizar, atrair, engajar e reter as pessoas com os talentos certos nos cargos ideais dentro de uma empresa, potencializando seu desenvolvimento. Tudo isso com um diferencial: o auxílio da tecnologia.

Se você atua no setor de Recursos Humanos de uma empresa de médio ou grande porte, ou mesmo se é empreendedor e gerencia a seleção de talentos do seu pequeno negócio ou da sua startup, provavelmente já percebeu que recrutar pessoas qualificadas para uma equipe é desafiador.

As temáticas que permeiam o universo da contratação de pessoas são recorrentes em artigos de revistas especializadas, palestras universitárias, blogs de empreendedorismo, autobiografias e livros de negócios. Isso demonstra que o desafio é enfrentado pela grande maioria das empresas.

A verdade é que não existe uma única forma de resumir o que é o recrutamento inteligente. No entanto, se você está diante da tarefa de montar uma equipe ou localizar novos colaboradores para a sua empresa, saiba que é possível desenhar uma estratégia eficaz para garantir o sucesso do processo seletivo.

Para auxiliar na tarefa, neste artigo reunimos todos os insights e informações necessárias com o intuito de ajudar você a realizar um recrutamento inteligente e eficiente, garantindo a criação de uma equipe produtiva e com a expertise de que sua empresa necessita.

Passo a passo para o recrutamento inteligente

Negócios são feitos de pessoas. Não é à toa que a gestão de talentos ainda é um dos pontos mais desafiadores para os empresários brasileiros. É o que evidenciou uma pesquisa da Endeavor Brasil – uma das maiores instituições de apoio ao empreendedorismo em nível global, em 2016.

Ao entrevistar 1000 empreendedores com os mais diversos perfis, o estudo constatou que gestão de pessoas e desenvolvimento de lideranças é a principal dificuldade encontrada pela maioria dos empresários. Superior até às questões financeiras e às decisões relacionadas ao marketing ou vendas.

O desafio, claro, começa já na contratação. Mas como exercer o recrutamento inteligente na prática? Não existe uma fórmula mágica. Porém, algumas etapas são essenciais.

A seguir, abordaremos as principais.

1. Crie uma cultura empresarial sólida

Mais do que avaliar competências técnicas e currículos, recrutar pessoas com inteligência é atrair talentos alinhados com o propósito da sua empresa. Em outras palavras, uma estratégia de recrutamento efetiva está diretamente ligada à cultura do seu negócio e à imagem que ele apresenta ao mundo.  

Por isso, antes mesmo de pensar em buscar candidatos para uma vaga específica, certifique-se de gerir sua empresa a partir de parâmetros alinhados com a visão de negócio que você definiu para ela. Assim, quando abrir um processo seletivo, você já terá um critério essencial para filtrar os candidatos: eles compartilham dessa visão?

Para que você tenha uma ideia, a questão da cultura da empresa é tão importante para organizações como o Google e o LinkedIn, que estas chegam a ir além da questão do propósito e definem sua própria proposta de valor abertamente compartilhada aos colaboradores – conhecida em inglês pelo termo  (EVP).

Uma reportagem veiculada em 2015 pela Revista Época Negócios explicita justamente o que uma empresa tem a ganhar ao definir uma proposta de valor e comunicá-la de forma eficiente aos seus colaboradores:

  • Atrair talentos que compartilham dos mesmos valores da empresa
  • Aumentar o engajamento dos funcionários que já trabalham na empresa
  • Reduzir a rotatividade dos colaboradores

Percebe como a cultura empresarial se relaciona diretamente com o recrutamento inteligente?

2. Monte um banco de talentos

Na posição de CEO ou gerente de RH, você já deve ter percebido que o mercado de trabalho, cada vez mais voltado ao digital, exige das empresas e startups soluções personalizadas, serviços dinâmicos e agilidade. Nesse contexto, o recrutamento inteligente se mostra ainda mais importante para manter a motivação e a produtividade em alta.

Muito além de contratar pessoas, recrutar atualmente significa montar um banco de talentos com candidatos que se alinham à cultura empresarial e dominam não apenas a parte técnica de suas respectivas áreas de atuação, mas que também possuam disposição para auxiliar em outras áreas da empresa.

Por isso, é fundamental mapear diferentes talentos para os variados cargos na sua empresa. Porém, não somente pensando na execução de tarefas, e sim tendo em mente candidatos que estejam dispostos a trabalhar junto a você e aos demais colaboradores em sintonia com o propósito da marca.  

3. Invista no plano de carreira para os colaboradores

O plano de carreira é uma estratégia eficaz, tanto para atrair novos talentos para a sua empresa, quanto para reter aqueles que você já adquiriu. A verdade, como você já deve ter observado, é que encontrar profissionais de excelência e mantê-los em sua empresa em um mercado competitivo não é simples. Daí a importância de criar uma estratégia de desenvolvimento aos colaboradores.

No livro “O Lado Difícil das Situações Difíceis: Como Construir Um Negócio Quando Não Existem Respostas Prontas”, o empreendedor Ben Horowitz, que fundou e dirigiu diversas startups de tecnologia bem sucedidas no Vale do Silício, oferece um conselho pragmático: “Cuide das pessoas, dos produtos e dos lucros – nesta ordem”.

O motivo é claro: se você não cuidar da autoestima e da motivação dos profissionais que fazem a empresa se desenvolver diariamente, o impacto negativo aparecerá na qualidade do produto. E, consequentemente, nos lucros.

Apresentar um plano de cargos e salários que demonstre claramente ao colaborador por quais etapas ele irá passar na hierarquia corporativa e quais são as competências esperadas dele, para que possa visualizar seu crescimento na empresa, é um diferencial – e pode ser o fator que vai evitar que a concorrência roube seus melhores talentos.

4. Mantenha-se atualizado sobre processos de recrutamento

Não existe uma fórmula mágica para contratar as pessoas certas para o seu negócio. No entanto, manter-se fiel somente às estratégias tradicionais de recrutamento certamente vai reduzir suas possibilidades de ter acesso aos melhores talentos do mercado. Por isso, manter-se informado sobre novos testes e ferramentas de inteligência é essencial.

Evidentemente, algumas etapas não devem ser ignoradas em um recrutamento inteligente:

  • Você precisa entender quem é o profissional que está buscando, com qual objetivo e ter clareza sobre quais resultados você espera dele. Essa dica foi especialmente enfatizada por Greg Welch, sócio sênior da Spencer Stuart, em artigo publicado em 2017 na Harvard Business Review, com dicas para reduzir a rotatividade de CMO’s.
  • Você precisa filtrar, entre os candidatos, aqueles que combinam os fatores mais importantes: as competências necessárias ao cargo e, claro, a mentalidade alinhada à cultura empresarial.
  • Você deve testar o candidato, por meio de entrevistas online ou simulações de situações da rotina de trabalho, para verificar se ele realmente é o mais apto ao cargo.

Aliando tais estratégias às técnicas e ferramentas modernas de recrutamento, com auxílio de machine learning, você certamente estará mais próximo do candidato certo.  

5. Participe ativamente do processo

Por fim, é válido reforçar: a seleção de novos talentos é um processo que, sempre que possível, deve envolver os fundadores da empresa. Afinal, ninguém saberá identificar melhor os candidatos que possuem a semente da cultura organizacional embutidas em si – muito além das competências técnicas de um currículo.

Vantagens do recrutamento inteligente

Empreendedores costumam ter uma agenda lotada. Então, por que colocar o recrutamento como uma prioridade, em meio a tantas outras reuniões e diferentes compromissos? A resposta está no médio e longo prazo.

Não investir em um recrutamento inteligente e bem feito é algo que, em poucos meses, definitivamente irá trazer resultados negativos aos negócios. Em contrapartida, a aquisição e retenção de talentos é o que vai fazer uma empresa deslanchar. Isso não é conversa fiada. Está provado em números.

Veja, abaixo, algumas das principais vantagens do recrutamento inteligente:

1. Produtividade

Com colaboradores motivados, atuando de forma alinhada a seu propósito e tendo seus talentos reconhecidos por um plano de carreira, a produtividade de sua companhia aumentará. Um dado interessante: a empresa americana Best Buy sabe dizer exatamente quanto vale um aumento de 0,1% no envolvimento de seus colaboradores em estabelecimentos específicos. Neste caso, o valor é de mais de US$ 100 mil no lucro operacional da loja em um ano.

2. Qualidade do produto/serviço

Em sintonia com o tópico anterior, colaboradores engajados e produtivos vão desempenhar melhor suas atividades diárias. O resultado disso é refletido diretamente na qualidade do seu produto ou serviço e, por consequência, no nível de satisfação do seu cliente e nos resultados das vendas.

3. Retenção de talentos e menor rotatividade

Acertar no recrutamento significa garantir que você terá as melhores pessoas trabalhando para você, por bastante tempo. Além de ajudar a manter a fluidez dos processos de trabalho, isso evita também prejuízos financeiros. Afinal, toda vez que um colaborador é demitido, é preciso desembolsar recursos para colocar outro em seu lugar.

Tipos de recrutamento

Agora que já falamos um pouco mais sobre as etapas do recrutamento inteligente e as vantagens de acertar na estrutura do processo, vamos à parte prática: como colocar as estratégias em ação?

Em resumo, há três formas de recrutamento existentes:

1. Recrutamento interno

O recrutamento interno é aquele que acontece dentro da própria empresa. Trata-se de uma estratégia na qual o gestor, por meio do plano de carreira, seleciona entre os talentos da casa o candidato mais adequado para uma nova vaga ou cargo vago. Entre as vantagens desse método, se destacam a economia e o fato do empreendedor já possuir um conhecimento prévio dos candidatos.

2. Recrutamento externo

O recrutamento externo é aquele em que a empresa mapeia o mercado de trabalho em busca de novos talentos. Simboliza uma das estratégias mais comuns e empregadas por companhias de diferentes portes. Entre as vantagens do método, destacam-se as amplas possibilidades de encontrar profissionais com os talentos necessários a um cargo, além do enriquecimento do capital intelectual da empresa.

3. Recrutamento misto

O recrutamento misto, conforme o nome sugere, constitui-se de uma estratégia que alia a busca por talentos dentro e fora da empresa. Entre as vantagens do método, destacam-se as possibilidades de abrir um verdadeiro leque para encontrar excelentes candidatos, valorizando a visão tanto de quem já está na companhia, quanto de quem a enxerga pelo viés externo.

Técnicas de recrutamento e seleção

Em relação às técnicas de recrutamento mais utilizadas, destacam-se entre as principais:

  • Entrevista por telefone

Pode ser feita após a filtragem inicial dos currículos e talentos selecionados, para verificar como a pessoa se porta ao telefone e suas habilidades básicas de comunicação.

  • Entrevista individual presencial

Nesta etapa, o recrutador poderá conhecer o candidato presencialmente, esclarecer dúvidas pontuais sobre seus talentos e aspirações profissionais e direcionar perguntas estratégicas.

  • Dinâmica em grupos

Trata-se de uma metodologia que permite avaliar como os candidatos se saem ao desempenhar tarefas em grupo, um aspecto primordial para cargos que exigem intenso trabalho em equipe.

  • Testes de aptidão e perfil comportamental

Os testes de perfil comportamental são essenciais para avaliar se o candidato é, realmente, a pessoa que melhor se encaixa na função. Atualmente, tais avaliações podem ser aplicadas com auxílio de softwares de tecnologia para mapeamento de dados.

Evolução no recrutamento de pessoas

Os primeiros departamentos de Recursos Humanos surgiram em meados do século 20, devido às enormes mudanças causadas pela Revolução Industrial.

Mas foi só na década seguinte, diante da evidente necessidade de valorização do capital humano, que os processos de recrutamento realmente começaram a ser mais aprimorados.

Atualmente, vivemos na era de informação e da inteligência.

Por isso, conforme salientamos no decorrer deste artigo, estar aberto a todas as inovações e estratégias para garantir um recrutamento eficaz e bem sucedido é essencial ao gestor que deseja manter sua empresa em plena ascensão.

Em outras palavras, empreendedores e gestores de RH podem encontrar na tecnologia uma poderosa aliada para acertar no recrutamento de talentos.

HR Techs para o recrutamento inteligente

As HR Techs são empresas que desenvolvem soluções tecnológicas para a área de Recursos Humanos e têm tudo a ver com o panorama atual do recrutamento inteligente. Essas inovações têm, como objetivos, aumentar a eficiência, a velocidade e a inteligência do setor e, ao mesmo tempo, reduzir custos.

O nicho das HR Techs no recrutamento inteligente já está estabelecido em outras partes do mundo. No Brasil, apresenta um crescimento expressivo nos últimos anos. Na primeira década dos anos 2000, o país tinha apenas duas empresas que podiam ser consideradas HR Techs. Ambas desenvolveram sites de recrutamento e seleção.

A partir de 2010, o Brasil começou a olhar com maior atenção para a tecnologia aplicada ao recrutamento inteligente. Apenas em 2016 e 2017, porém, o mercado abriu e se instalou definitivamente no país. Hoje, os antigos sites de vagas ainda são muito utilizados, mas o ecossistema de empresas com soluções tecnológicas para RH é muito mais amplo.

Muitas HR Techs apresentam soluções para facilitar e otimizar a seleção de candidatos.

É o caso da Revelo, que ajuda empresas a encontrarem talentos acima da média, que não usam os canais tradicionais de procura de emprego, reduzindo em até 70% o tempo de contratação.

Nesse caso, para deixar o recrutamento mais inteligente, a empresa utiliza machine learning, ou seja, a inteligência artificial aplicada ao trabalho de conexão entre o talento e a vaga. Há também HR Techs que criam ferramentas focadas na gestão do bem-estar e no desenvolvimento de seus funcionários.

E também uma área nova, que podemos considerar uma intersecção com o marketing: a reputação da marca como empregadora, a partir do depoimento de atuais e antigos colaboradores.

Então, para que você entenda melhor o novo cenário do recrutamento inteligente, vale a pena conferir um estudo que fizemos sobre o panorama das HR Techs e as soluções oferecidas no mercado brasileiro.

No e-book, você vai saber mais sobre os seguintes tópicos:

  • O que caracteriza uma HR Tech?
  • Quais empresas atuam no Brasil e como podem te ajudar?
  • Quais as melhores ferramentas de apoio para o recrutamento inteligente?

Baixe nosso e-book agora mesmo!

Recrutamento inteligente com a Revelo

Agora você já sabe que a Revelo é uma plataforma destinada especialmente a conectar candidatos de alto nível a companhias inovadoras que estão à procura de novos talentos.

A Revelo é uma empresa de recrutamento que, com a tecnologia de machine learning, faz o cruzamento de dados e referências para apresentar a empresas os melhores candidatos para as suas vagas – e vice-versa.

Na nossa plataforma, profissionais de carreiras tecnológicas – Desenvolvimento de Software, Marketing Online, Business Intelligence, Data Science, Design UX/UI, etc. – são pré-selecionados e conectados com as empresas e as vagas que mais se encaixam em seu perfil.

Com a Revelo, o recrutamento inteligente é acelerado: o processo de contratação pode ser reduzido em até 70%.

Além de ser mais rápido, o recrutamento por aqui é mais assertivo. O empregador tem condições de dedicar mais tempo a um número menor de candidatos, todos amplamente qualificados, e assim garantir resultados melhores para o processo seletivo.

Gostou da ideia? Cadastre-se na Revelo e encontre os perfis ideais para suas próximas vagas.

Aos empreendedores e gestores de RH, portanto, as possibilidades para realizar um recrutamento inteligente estão cada vez mais amplas.

Ao reunir todos os insights deste artigo, incluindo o aspecto humano, a essência empresarial e as vantagens da tecnologia, você certamente estará preparado para contratar e reter os melhores talentos do mercado.

Se você gostou das informações que reunimos aqui, aproveite para compartilhar o artigo com outros amigos empreendedores nas redes sociais.

Related Posts