Levantamento da Revelo aponta cuidados com uso de testes técnicos no processo seletivo

0
Share

Pesquisa realizada pela Revelo reforça que modalidade de entrevista técnica ajuda a humanizar o processo seletivo com profissionais de tecnologia.

Para contratar talentos de tecnologia, mais do que saber sobre as habilidades comportamentais dos candidatos, é importante entender qual o nível de conhecimento técnico desses profissionais.

Atualmente, as empresas exigem o chamado Teste Técnico durante o processo seletivo, uma prova que exige resolução de problemas de programação.

Entretanto, muitas pessoas acabam desistindo nesta etapa por considerarem burocrática e pelo tempo de duração da avaliação, que pode chegar em até três horas.

Como alternativa para solucionar este problema, a Revelo, incentiva a substituição do teste por uma Entrevista Técnica.

Essa modalidade de entrevista pode diminuir o tempo de avaliação em até 50% e consiste em investigar qual a preferência por ferramentas do profissional, como ele organiza sua rotina de trabalho, qual a linguagem de programação que ele mais se sente confortável em usar, entre outras vertentes personalizadas.

Atualmente, de acordo com levantamento da startup, existem duas vagas para cada candidato em tecnologia e isso indica falta de pessoas qualificadas. Por isso, é necessário encontrar soluções que não aumentem essa lacuna no setor.

O teste técnico é aplicado há muito tempo e ajuda bastante, principalmente por gerar uma nota numérica no final do processo seletivo.

Porém, considerando que as seleções de programação são inerentes ao profissional, isto é, cada um possui sua forma de entender e desenvolver os códigos, é uma exigência passível de erros. 

“Precisamos lembrar que lidamos com pessoas e não números. Quando instigamos os candidatos a contarem sobre sua experiência, preferência e habilidades, eles se sentem no centro do processo e muito mais humanizados”, avalia Juliana Carneiro, diretora de marketing e experiência do candidato da Revelo.

Cenário do mercado de tecnologia

A Revelo possui mais de 1,5 milhões de talentos cadastrados em sua base é utilizada por mais de 24 mil empresas. Os perfis mais buscados na plataforma são de programadores, desenvolvedores, engenheiros de dados e designers UX.

Apenas nos primeiros sete meses de 2021, a contratação em carreiras digitais já representa 95,6% do total de contratações no ano anterior à pandemia.

A média salarial também impressiona: houve uma valorização de 55,5%, passando de R$ 6.020,41 em setembro de 2020 a R$ 9.364,21 em fevereiro de 2021.

Além disso, a formação superior está diretamente ligada aos melhores salários, pois quem tem uma certificação chega a ganhar três vezes mais. 

Para quem deseja se especializar no segmento de tecnologia e se preparar para os processos seletivos, a Revelo possui um programa de aceleração de carreira, o Revelo Up.

O programa dispõe de cursos profissionalizantes nas melhores escolas, como Iron Hack, Tera, Mergo, Impacta, entre outras, e o pagamento só é requerido depois da formação.

Leia também:
Entrevista Técnica: saiba como contratar desenvolvedores com agilidade

Revelo UP: a melhor opção para sua carreira

processo seletivo

Com o Revelo UP, você faz o curso ideal para sua carreira e não precisa se preocupar com o investimento.

São oferecidos cursos nas áreas de tecnologia, marketing, vendas, finanças, idiomas, em mais de 30 escolas parceiras.

E, o melhor! Se aprovado, você poderá pagar o financiamento somente após a conclusão do curso, em até 24x no boleto.

Agora que você já sabe como fazer o curso de ideal para sua carreira, basta acessar a plataforma da Revelo para encontrar muitas oportunidades na área de TI.

Related Posts