Transição de carreira: 5 passos para sua realização profissional

0
Share

Quer saber como fazer uma transição de carreira com sucesso? Siga estes 5 passos e reencontre sua realização profissional. Confira!

Como fazer o processo de transição de carreira e recomeçar do zero em outra área? Essa é uma dúvida inquietante para muitos profissionais que atingiram seu limite no trabalho e querem seguir um novo caminho.

De fato, não é uma jornada fácil, mas a realização profissional compensa todo o esforço.

Por isso, vamos ajudar você a decidir se é o momento certo para fazer essa mudança, bem como, entender como fazer essa transição. 

Siga a leitura e reúna as energias para ir atrás dos seus objetivos profissionais.

Como decidir pela transição de carreira

Se você quer saber como fazer transição de carreira, é provável que já esteja insatisfeito com seu trabalho há um bom tempo.

Para começar, você precisa adotar uma visão mais ampla sobre três possibilidades: 

  • Mudar de emprego: significa buscar uma nova oportunidade em outra empresa, mais adequada às suas expectativas, mantendo a mesma área de atuação e alterando cargo, função ou responsabilidades;
  • Mudar de carreira: é uma mudança mais complexa, pois significa seguir um novo rumo na sua profissão, buscando uma nova especialidade dentro ou próxima da sua área ou mirando na gestão, por exemplo;
  • Mudar de profissão: é a transição mais profunda, pois significa recomeçar do zero em uma área profissional totalmente nova, na qual você não tem nenhuma experiência prévia. 

Geralmente, quando as pessoas falam em transição de carreira, estão se referindo à mudança de área profissional — ou seja, o caminho mais desafiador.

Então, antes de tudo, você precisa decidir se é essa é realmente a resposta para reencontrar a satisfação no trabalho.

10 motivos para fazer uma transição de carreira

Estes são os principais motivos para a mudança radical de carreira:

  1. Você não encontra mais propósito na sua profissão;
  2. Você se decepcionou com as perspectivas da área;
  3. Você está estagnado e desmotivado para buscar crescimento;
  4. A profissão entra em conflito com os seus valores;
  5. Sua carreira está em baixa e as projeções do mercado são desanimadoras;
  6. As perspectivas financeiras não são compatíveis com seus objetivos de vida;
  7. Você sente que está desperdiçando seu potencial nessa área;
  8. Você tem uma paixão e o sonho de trabalhar com o que realmente gosta;
  9. Você atingiu um limite na profissão e não encontrou a realização;
  10. Você não consegue se imaginar fazendo isso para o resto da sua vida.

Percebe como são razões mais profundas, ligadas aos seus princípios e objetivos de longo prazo? Então, se você se identificou, é realmente o momento de buscar essa transição. 

Como fazer a transição de carreira: passo a passo

Agora que você está seguro da sua decisão, precisa saber como fazer essa transição do jeito certo. Siga o passo a passo não se perder no caminho.

1. Mapeie suas oportunidades

O primeiro passo para fazer sua transição é mapear as oportunidades do mercado na área em que você está mirando.

Obviamente, você vai escolher essa área de atuação com base nas suas competências e propósitos, considerando os prós e contras da nova carreira.

Logo, a primeira etapa é de pesquisa intensiva e imersão: análise das vagas, busca por cursos e formações conhecidas, contato com profissionais da área, estudos sobre o mercado e suas projeções, etc. 

2. Prepare a mente e o bolso

Essa processo de mudança também exige que você esteja preparado financeiramente e psicologicamente.

Afinal, você vai precisar de uma reserva financeira para recomeçar e lidar com a baixa remuneração de um iniciante.

Além disso, voltar à condição de aprendiz não é fácil para um profissional experiente e se for o único caminho, você precisa encarar a nova realidade de mente aberta

3. Invista em qualificação e networking

É claro que você precisa focar esforços na qualificação e no networking para se inserir na nova carreira.

Dependendo da mudança, uma formação como um MBA, pós-graduação ou especialização pode ser suficiente, que são ótimas oportunidades de fazer contatos profissionais.

Lembrando que a capacitação formal não é suficiente, pois você precisa mergulhar no universo da nova profissão e incorporá-la ao seu dia a dia. 

Ou seja: além de voltar a estudar, é bom assinar novos feeds e seguir páginas, blogs e perfis relacionados à carreira. 

4. Trace um plano de ação

Depois de ter um panorama da transição de carreira, você precisa traçar um plano de ação completo com objetivos, metas, estratégias e prazos. 

Vamos imaginar que seu objetivo seja migrar da área de Direito para o Marketing Gigital.

Nesse exemplo, sua primeira meta pode ser conseguir um emprego como analista de marketing digital júnior ou mesmo abrir sua própria agência de marketing digital.

Como estratégias, você pode incluir cursos e formações, participação em eventos da área, estágios e trabalhos voluntários, contatos com profissionais importantes, construção do seu currículo/portfólio, produção de conteúdo, contratação de apoio profissional, etc.

O importante é ter um prazo para cada ação e seguir o plano à risca, etapa por etapa, para se manter sempre motivado e vencer os obstáculos dessa transição. 

5. Desbrave o mercado 

Mesmo com o plano de transição mais completo, é na prática e experiência que você vai encontrar seu caminho na nova profissão.

Por isso, a dica mais valiosa é explorar todas as oportunidades do mercado, participando de tudo o que puder: processos seletivos, conferências, meetups, workshops, mentorias, etc. 

Afinal, toda carreira tem seu próprio universo, onde você pode trocar experiências com outros profissionais e conquistar, aos poucos, seu próprio espaço.

Ou seja: mais do que sair disparando currículos aleatoriamente, você precisa se envolver nesse cenário. 

Revelo UP: seu parceiro na transição de carreira

Gostaria de realizar sua transição de carreira sem preocupações?

Com o Revelo UP, você faz o curso ideal para seu currículo e não precisa se preocupar com o investimento inicial, pois realizamos o pagamento diretamente para a escola.

No programa, são oferecidos cursos nas áreas de tecnologia, marketing, vendas, finanças, design em mais de 30 escolas parceiras, presencial ou à distância.

Além disso, o profissional participante receberá o apoio do time da Revelo para acompanhar sua decisão sobre o curso ideal, até a sua preparação para entrevistas.

E, o melhor! Se aprovado no programa, poderá pagar o financiamento somente após a conclusão do curso, em até 24x no boleto.

Aproveite a oportunidade, inscreva-se hoje mesmo no Revelo Up e dê um Upgrade sua carreiraRealize suas metas de 2021!

Inscreva-se no Revelo UP
Related Posts