Desenvolvedor de aplicativos: saiba como contratar

0
Share

Pensando em contratar um desenvolvedor de aplicativo? Para ajudar neste processo, explicamos como esta tecnologia é desenvolvida e como buscar o talento ideal na Revelo. Confira!

Se você precisa contratar um desenvolvedor de aplicativos, mas não possui muito conhecimento sobre o assunto. É fundamental começar a entender sobre as habilidades técnicas e atribuições deste profissional.

Afinal, a demanda por essa carreira de desenvolvedor está em alta e, consequentemente, o recrutamento precisa ser realizado de forma estratégica e eficaz.

Antes de iniciar a seleção, é preciso ter em mente: qual aplicativo a empresa pretende criar, o público-alvo e os objetivos comerciais. Sobretudo, saber qual a linguagem e o sistema operacional serão utilizados, além do nível de complexidade do projeto.

Para ajudar você nessa missão, selecionamos as principais questões sobre o assunto e, as informações técnicas necessárias para contratar o desenvolvedor ideal. Confira!

O que faz o desenvolvedor de aplicativos?

O desenvolvedor de aplicativos é o profissional que transforma uma ideia de aplicativo em um produto real. Em seguida, este app será disponibilizado para os usuários em plataformas como Android ou iOS.

Este desenvolvedor deve ser capaz de projetar o aplicativo, elaborar suas funcionalidades e prever quais erros podem ocorrer. Sobretudo, ter a habilidade de escrever um código limpo para criar o app de acordo com as expectativas da empresa.

Qual nível de experiência devo contratar?

O nível de experiência necessário para contratar este desenvolvedor, depende da complexidade dos projetos que serão desenvolvidos.

Para a criação de um aplicativo simples, você pode contratar um desenvolvedor iniciante ou intermediário, que deseja aperfeiçoar suas habilidades e obter experiências em novos projetos.

No desenvolvimento de um aplicativo complexo, é recomendado contratar um desenvolvedor mais experiente e com habilidades para criar soluções e resolver problemas críticos. 

Para avaliar o nível de experiência, peça indicações de apps que o desenvolvedor já trabalhou, inclusive se ele tem algum aplicativo pessoal publicado em lojas de apps e com recomendações.

Se possível, peça a ajuda de outros desenvolvedores da equipe para avaliar o código escrito pelo candidato, por exemplo, em repositórios de códigos públicos como o Github.

Adequação à cultura da empresa é essencial

A adaptação à cultura da empresa é essencial na contratação do desenvolvedor de aplicativos. Em geral, o processo de desenvolvimento é demorado e envolve força de trabalho conjunta.

Por isso, é importante formar uma equipe com uma boa integração e com colaboradores engajados com a cultura da empresa.

Sobretudo, esses profissionais devem ser capazes de superar os desafios de forma construtiva, mesmo quando houver diferenças de opiniões e abordagens.

Mercado altamente competitivo

Os aplicativos têm ganhado cada vez mais espaço no mercado de tecnologia e são desenvolvidos para atender às necessidades das empresas em diversos setores. Por exemplo, fins educacionais, financeiros, comerciais, jogos, notícias, mídias, etc.

Essa demanda traz como resultado a previsão de que o setor de aplicativos será responsável por movimentar US$ 6,3 trilhões no mundo inteiro até 2021, segundo dados da Pew Research Center

O mesmo estudo aponta que os smartphones estão no bolso de 60% dos adultos em todo o Brasil, acima dos números de países como Filipinas (55%), México (52%) e Índia (24%). 

O uso de aplicativos por brasileiros também é bastante alto, fazendo que este mercado cresça constantemente, ano após ano.

Segundo o relatório State of Mobile 2020, em todo o mundo as pessoas passaram em média 3 horas e 40 minutos por dia usando aplicativos em 2019. Já o brasileiro usou apps por 3 horas e 45 minutos, um pouco mais que a média mundial.

O download anual de aplicativos cresceu 45% nos últimos três anos: saiu de 140 bilhões em 2016, para chegar a quase 204 bilhões em 2019. No Brasil, esse aumento foi de 40%, atingindo cerca de 5 bilhões no ano passado. 

Agora, vamos aprender sobre a parte técnica para recrutar o desenvolvedor ideal?

Qual a diferença entre aplicativos nativos e híbridos?

Os aplicativos nativos são construídos sob medida para as plataformas Android ou iOS. Com eles a experiência de uso do app é melhor e mais fluida. Além disso, também permitem explorar todas as funcionalidades disponíveis, como GPS, câmera, áudio, streaming e bluetooth.

Já o aplicativo híbrido geralmente pode ser escrito com um tipo de código que funciona para as duas plataformas (Android ou iOS). Atualmente, as principais tecnologias de desenvolvimento híbrido são Flutter, React Native e Web apps, construídos com HTML5, CSS e Javascript.

Entretanto, apesar desses apps não terem a mesma fluidez, ou mesmo a capacidade de oferecer uma experiência tão boa quanto as linguagens nativas. Em geral, os aplicativos híbridos são menos custosos e mais rápidos de desenvolver.

Habilidades dos desenvolvedores de aplicativos

Antes de começar o recrutamento, é fundamental saber quais são as habilidades dos desenvolvedores de um aplicativo nativo Android/iOS e de um aplicativo híbrido.

Conheça as habilidades do desenvolvedor Android:

  • Conhecimento na linguagem Kotlin e do software Android Studio, IDE (Integrated Development Environment);
  • Compreensão do SDK do Android e suportes para versões mais antigas.
  • Domínio da interface web API REST e formatos de resposta como Json ou XML;
  • Conhecimento sobre as bibliotecas mais utilizadas como Retrofit, Dagger, Koin, Kodein, Android Architecture Components e AndroidX;
  • Conhecimento sobre programação assíncrona e tratamento de erros em cenários de falta de internet, erro do servidor, indisponibilidade do serviço etc;
  • Entendimento sobre armazenamento offline e otimização de desempenho;
  • Experiência em projeção, construção e manutenção de alto desempenho;
  • Conhecimento de padrões de arquitetura como MVVM, MVP etc.
  • Conhecimento sobre push notifications;

Confira as habilidades do desenvolvedor iOS:

  • Conhecimento nas linguagens Swift ou Objective-C;
  • Conhecimento da ferramenta XCode;
  • Conhecimento em Constraints para criação de layouts;
  • Experiência com requisições para web services e com dados offline.
  • Conhecimento sobre push notifications;
  • Conhecimento de padrões de arquitetura como MVVM, VIPER etc.
  • Domínio da interface web API REST e formatos de resposta como Json ou XML

Conheça as habilidades do desenvolvedor híbrido:

  • Conhecimento em React Native (cross-platform), Flutter, Xamarin, Phonegap, Ionic, HTML5, CSS e Javascript;
  • Experiência com requisições para web services e com dados offline.
  • Conhecimento de padrões de arquitetura de software.
  • Domínio de comunicação com webservices e formatos de resposta como Json ou XML;

Neste caso, ao optar pelo desenvolvimento multiplataforma, a empresa poderá reduzir custos do projeto. Já que, ao invés de ter desenvolvedores atuando em duas plataformas, será preciso apenas um desenvolvedor para criar o aplicativo compatível para iOS e Android.

Leia também:
Vaga de desenvolvedor mobile: como anunciar

Avalie as habilidades técnicas e comportamentais

Antes de contratar um desenvolvedor de aplicativo, mesmo que o perfil seja adequado e corresponda às necessidades da empresa. É importante avaliar em conjunto as habilidades técnicas e comportamentais do candidato.

Aprendizagem: o desenvolvedor de aplicativos deve ser capaz de aprender as tecnologias utilizadas pela empresa e, se atualizar com as novas tecnologias do mercado.

Comunicação: este desenvolvedor também precisa ser comunicativo, para expressar facilmente suas ideias e soluções técnicas sobre o desenvolvimento.

Tomada de decisão: deve ter habilidades na tomada de decisão para fornecer a solução apropriada para problemas críticos, que podem surgir durante o desenvolvimento.

Trabalho em equipe: a capacidade de cooperação e trabalho em equipe é essencial para este desenvolvedor, pois uma equipe integrada poderá entregar os melhores resultados.

Motivação: uma qualidade essencial para este profissional é a motivação por criar algo inovador. Desta forma, também poderá motivar outros desenvolvedores da sua equipe.

Características esperadas para uma vaga de desenvolvedor aplicativos:

  • Raciocínio lógico de alto nível;
  • Organização prática e mental;
  • Habilidade em prover soluções inteligentes e eficazes;
  • Conhecimento de métodos ágeis de desenvolvimento (como Scrum);
  • Estabilidade emocional para trabalho sob pressão.

Encontre o desenvolvedor de aplicativos ideal na Revelo

No marketplace de talentos Revelo, você encontra desenvolvedores de aplicativos de acordo as habilidades e experiências desejadas, de forma ágil e humanizada.

Além disso, com a opção Revelo Remoto, sua empresa pode realizar o processo seletivo de forma totalmente digital, desde a entrevista até a assinatura do contrato.

Ganhe tempo com a Revelo Prime

Outra ótima opção é o Revelo Prime, ao contratar este serviço você contará com a consultoria exclusiva de um de nossos recrutadores.

Dessa forma, agilizamos o processo de seleção e, em até 10 dias indicamos os candidatos ideais para sua análise e decisão. Experimente!

Cadastre-se na Revelo e comprove a eficiência da
melhor plataforma de recrutamento online!

Related Posts