#ComoÉQueTaAí: Bionexo?

0
Share

Após lançarmos a nova carreira de enfermagem na nossa plataforma, trazemos na série #ComoÉQueTaAí as informações e aprendizados da Bionexo.

Para quem não sabe, a Bionexo é uma empresa de tecnologia que oferece soluções digitais para gestão de processos na saúde, gerando eficiência, economia e transparência da cadeia de suprimentos no setor no Brasil e outros países.

Foi muito bacana a entrevista que fizemos com a Larissa Cordeiro, HR Business Partner na Bionexo, que também é psicóloga com MBA em Gestão de Recursos Humanos,  atuando no RH há mais de 15 anos.

Conta pra gente, Lari: #ComoÉQueTaAí?

Para mim?

Nas duas primeiras semanas, aproveitei para ir para casa dos meus pais em Barretos, no interior de São Paulo. Foi muito gostoso passar esse tempo mais próxima deles. Além disso, diferente de São Paulo, onde moro em um apartamento e não consigo ver o sol, lá podia ouvir os pássaros, estar em um lugar mais verde e com sol.

Tudo isso, somado a terapia que continuo fazendo, ajudou a amenizar a ansiedade desse começo de isolamento. Além disso, confesso que tenho evitado acompanhar as notícias, leio uma reportagem ou outra na internet e já é suficiente. 

Voltar para casa também foi ótimo. Eu estava com saudades dos meus dois gatinhos e o convívio com meu marido flui bem. Nós dividimos as tarefas de casa, fizemos alguns encontros virtuais com amigos, vemos filmes juntos e até montamos um espaço melhor para trabalhar em casa.  

E na empresa?

A Bionexo tem quase 350 colaboradores aqui em São Paulo e começamos o home office no dia 12/03. Por sermos uma empresa de tecnologia, acredito que foi até fácil essa mudança. 

Aqui já tínhamos a opção de trabalhar remoto e já usamos ferramentas internas para facilitar a comunicação, como o Workplace. Apenas algumas pessoas precisaram passar no escritório para buscar mouse, teclado e monitor para terem tudo que precisavam em casa.

Pensando no nosso papel social e na nossa capacidade de ajudar o setor de saúde do qual fazemos parte, liberamos gratuitamente por 90 dias um dos nossos produtos, o Bionexo Light – nosso marketplace para hospitais de porte pequeno e médio.

Assim, conseguimos ajudá-los a ter acesso há mais de 10 mil fornecedores de medicamentos e suprimentos hospitalares e gerar economia na compra de suprimentos. Também fizemos a doação de 250 mil máscaras para as Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de todo o Brasil.

Além disso, nosso CEO, Rafael Kellermann Barbosa, tem feito webinars para falar sobre atuais problemas na cadeia de suprimentos devido à pandemia, e aprendizados desse período. Ele também fez um vídeo e uma carta aberta para todos colaboradores para passar transparência e segurança para o time.

E o RH?

Nesse momento estamos preocupados e tentando cuidar da melhor forma das pessoas. Temos um programa de saúde mental, com uma psicanalista à disposição de toda empresa atendendo remotamente. Os times de RH e Marketing também se uniram para dar dicas de home office para toda a empresa.

Com relação aos benefícios, demos a opção de o colaborador trocar uma parte do Vale Refeição (VR) por um valor maior no Vale Alimentação (VA) e temos também um auxílio caso o colaborador precise de ajuda para itens ou serviços de infraestrutura para o trabalho remoto, como internet.

Agora nosso onboarding de novos funcionários é 100% remoto e o colaborador recebe um kit completo em casa (com mochila, caderno, copo, botton, crachá personalizado e computador). O RH é responsável pelo treinamento do primeiro dia e faz o alinhamento do cronograma com os gestores e áreas de interação.

Outra coisa que fizemos foi uma pesquisa interna para entender melhor como todos estavam se sentindo e se precisavam de alguma ajuda. Mais de  80% do time respondeu “bom” ou “ótimo” frente à tudo isso. 

Como está o recrutamento?

Estamos em um cenário de contenção de novas contratações, mas continuamos entrevistando, porque o mercado de tecnologia é aquecido e precisamos estar prontos para admitir novos colaboradores. Uma coisa legal que estou sentindo, é uma maior disponibilidade dos candidatos para uma conversa.

O que está melhor?

Estarmos fisicamente distantes fez com que a comunicação fosse mais frequente, o que tem sido ótimo para integração do time e estarmos todos envolvidos com as prioridades do negócio. Sinto que todos estamos nos reinventando nesse momento. Precisamos estar adaptados com esse novo modelo de trabalho remoto, ele é o futuro do trabalho.

Vemos também mais engajamento do time como um todo e momentos de descontração também. Até criamos a hashtag #homeofficenabio e os colaboradores compartilham o seu cantinho de trabalho, os filhos, pets e etc.

Quais os desafios?

Por um lado, estamos nos comunicando mais. Por outro, a comunicação escrita é assíncrona. Então, agora precisamos ter mais paciência e esperar a resposta da pessoa para quem mandamos uma mensagem. Saber que pode demorar um pouco mais do que se estivéssemos no escritório e pudéssemos passar na mesa da pessoa para resolver.

Um novo desafio vai ser fazer, agora em abril, um evento mensal que temos do CEO com toda a empresa, o “Papo de Arquibancada” e que nunca foi on-line.

Seguimos aqui aprendendo e compartilhando com vocês essas conversas tão ricas e acreditando que juntos sairemos melhores dessa situação que estamos vivendo.

Não se esqueça de compartilhar com seus colegas de trabalho a história da Larissa, e fique ligado no nosso blog com mais histórias da sessão #ComoÉQueTaAí?

Related Posts