Quando sair da empresa: 8 sinais de que chegou a hora

0
Share

Você quer sair da empresa porque não está mais satisfeito com seu emprego atual?

Fique tranquilo: essa é uma situação comum no mundo do trabalho.

Mas como saber se, de fato, pedir demissão ou tentar um acordo é a melhor decisão?

Pode ser o momento certo ou você pode estar cometendo um erro irreversível. 

De qualquer modo, é uma escolha difícil.

Alguns sinais indicam que pode ser a hora de buscar outras oportunidades no mercado, como a falta de perspectiva de crescimento e salário abaixo da média.

Para ajudar nessa decisão, elencamos os principais motivos que justificam sair da empresa e buscar novos desafios em outra organização. 

Para completar, saiba como planejar essa transição com tranquilidade e sem tropeços.

Ficou interessado? 

Então, siga a leitura. 

Quero sair da empresa: e agora?

Então você está decidido a sair do seu emprego atual?

Esse é o momento de respirar fundo e pensar duas vezes, analisando sua situação e plano de carreira.  

É importante não tomar a decisão por impulso, pois é possível que seu incômodo seja resolvido e tudo possa melhorar em breve.

O primeiro passo é identificar a causa da insatisfação no trabalho fazendo as seguintes perguntas:

  • Ela pode ser resolvida em uma conversa com os superiores? 
  • Existem estratégias para contornar a situação? 
  • Vale a pena o esforço para implementar melhorias

Mas, se a atuação na empresa chegou a um nível insustentável, você pode ter certeza de que é hora de buscar novas oportunidades.

Nesse caso, o ideal é fazer o pedido de demissão com 30 dias de aviso prévio.

Dessa forma, você fica livre de pagar a multa de um salário, uma vez que o empregador pode solicitar que você trabalhe por mais um mês.

Assim que tomar sua decisão, comunique imediatamente seu superior direto.

De preferência, formalize um pedido com uma carta de demissão assinada, apontando os motivos para a saída da empresa  — mas sem mencionar outras pessoas e usando uma linguagem formal. 

Além disso, fique atento às questões trabalhistas, pois você terá valores a receber, como férias proporcionais, saldo de salário, FGTS e décimo terceiro proporcional.

Quando sair da empresa: 8 sinais decisivos

Não está convencido de que sair da empresa é a decisão certa no momento?

Para ajudar, elencamos abaixo oito sinais de que já não vale a pena insistir nesse emprego.

Quando você percebê-los, estará na hora de mudar sua vida profissional. 

Confira quais são eles:

1. Você não tem perspectiva de crescimento

Você sente que está estagnado na sua vida profissional e não enxerga a possibilidade de crescer dentro da empresa?

Se está claro que você não será promovido a um cargo superior, com mais responsabilidades, é provável que você não esteja no lugar ideal para seu perfil ou que a liderança não esteja reconhecendo o esforço dos colaboradores.

Então, pode ser o momento de buscar oportunidades com atribuições à altura da sua qualificação.

2. Você quer atuar em outra área

Pode ser que nada esteja errado com a empresa, mas você simplesmente tem o sonho de atuar em outra profissão.

Nesse caso, busque a recolocação profissional em uma área que faça sentido para você, mesmo que o caminho seja mais longo. 

3. Você está infeliz no trabalho

De modo geral, se você não aguenta mais trabalhar na empresa, é sinal de que não há muito o que fazer daqui para frente. 

Até pode ser uma insatisfação temporária, mas ela já é um gatilho para começar sua busca por oportunidades no mercado.

4. O salário não é compatível com o mercado

Claro que a remuneração contribui para a satisfação no trabalho, não é mesmo?

E você quer ser valorizado, ganhando um salário que esteja de acordo com a realidade do mercado, certo?

Se mesmo depois de pedir um aumento você continua recebendo um valor abaixo de outros profissionais com a mesma qualificação, está realmente na hora de sair da empresa.

5. A empresa está falindo

Você está percebendo que os negócios não vão bem?

A empresa está realizando demissões devido a cortes de gastos e você pode ser o próximo alvo?

Então, busque oportunidades antes que a falência seja decretada ou seu cargo seja extinto. 

6. Você quer empreender

Já não faz mais sentido para você ser funcionário?

Se você quer abrir seu próprio negócio, esse pode ser o empurrão definitivo para sair da empresa e testar possibilidades no mercado.

7. Sua saúde está prejudicada

Estresse, ansiedade, horas no trânsito, conflitos com colegas de trabalho: todos esses fatores são prejudiciais à saúde, sobretudo em longo prazo. 

Então, se o emprego está causando danos ao seu bem-estar, é o momento de refletir se vale a pena continuar. 

Obviamente, nenhum emprego pode custar sua saúde física e mental — e há um mundo de oportunidades lá fora. 

8. Você é muito qualificado para o cargo

Em um artigo publicado em 2019 na revista The Balance, a especialista em busca de emprego Alison Doyle recomenda que você não se prenda a um emprego que não condiz com sua qualificação profissional.

“Fique atento às posições que atendem às suas habilidades, que provavelmente serão mais gratificantes do que um trabalho que não corresponde ao seu nível de especialização“, diz a autora.

Como sair da empresa com tudo planejado

Depois de avaliar todos esses sinais, você decidiu que sair da empresa é a melhor opção?

Tudo bem, mas o ideal é fazer um planejamento antes.

Afinal, não adianta sair às pressas sem saber qual será o próximo passo, não é mesmo?

Por isso, tenha um bom plano de carreira, considerando aonde você quer chegar profissionalmente.

Em um artigo para o site Lifehack, Sarah Li Cain, fundadora do blog High Fiving Dollars, sugere uma reflexão sobre como você enxerga a sua carreira nos próximos anos e quais são seus objetivos. 

“Faça seu plano de ação o mais específico possível e determine quais são seus critérios de sucesso“, aconselha a autora.

Em seguida, você já pode começar a procurar por novas oportunidades.

Um bom lugar para fazer isso é a Revelo, um marketplace de talentos que conecta profissionais em busca novos desafios a diversas empresas. 

Basta criar um perfil, fazer os testes e completar seu currículo

Aí, é só esperar os convites para entrevistas e chegar mais perto da oportunidade ideal para suas perspectivas de carreira, e você tem ainda o conforto de a visualização do seu perfil ser bloqueada para recrutadores do seu emprego atual. Portanto é uma plataforma segura e privada.  

Gostou das dicas acima ou ficou com alguma dúvida?

Deixe um comentário e aproveite para compartilhar o artigo com seus amigos que também estão indecisos.

Related Posts