Employer Branding: conheça estratégias e saiba como aplicar

0
Share

Conheça mais sobre o conceito de employer branding, estratégias mais utilizadas e como aplicar na sua empresa para atrair e reter os melhores profissionais. Confira!

Introdução

Employer branding é uma estratégia muito utilizada nas empresas para relacionar as ações de Recursos Humanos e marketing, com objetivo de aprimorar e acelerar o processo de contratação e atração de talentos.

Em outras palavras, a ideia é fazer com que a empresa tenha uma imagem positiva não somente entre os colaboradores, mas também no mercado. Sendo uma referência de organização onde os profissionais mais qualificados sonham em trabalhar.

Pensando nisso, explicaremos o conceito, estratégias mais utilizadas e como aplicar na sua empresa para atrair e reter os melhores profissionais do mercado. Vamos conferir?

Qual o objetivo do employer branding?

objetivo do employer branding e ao lado um tiro ao alvo

O objetivo principal é fazer com que a empresa tenha uma imagem positiva não apenas entre os colaboradores, mas também no mercado.

Entretanto, criar uma boa impressão coletiva não é uma tarefa fácil. Essa ação exige tempo, dedicação e recursos, já que será preciso colocar o colaborador no centro do planejamento.

Sendo assim, não é nenhum exagero dizer que funciona como o conceito da jornada do cliente, substituindo o consumidor, pelo talento pretendido pela empresa.

Qual a importância do Employer Branding?

O employer branding faz mais do que divulgar uma boa imagem da sua empresa e do ambiente de trabalho que você oferece para seus funcionários.

Quando bem aplicada, essa estratégia causa impactos na produtividade da equipe, nas vendas e, o mais importante, nos custos da sua operação.

Afinal, os melhores candidatos não são atraídos apenas pelo salário. Nem todos estão dispostos a sacrificar o conforto e o bem-estar em troca de recompensa financeira.

É claro que um pagamento justo estimula a boa imagem da empresa, mas esse é apenas um dos fatores cruciais para cultivar impressões positivas.

Por meio dessas estratégias você pode atrair mais talentos e filtrar com precisão o tipo de profissional que deseja impactar.

Quais são as melhores estratégias de employer branding?

Planejamento

A área de Recursos Humanos é responsável por estruturar as ações e prever o investimento para cada uma delas, por exemplo:

  • Fortalecer a atração de candidatos;
  • Melhorar o ambiente de trabalho para reter os colaboradores;
  • Reestruturar a cultura organizacional;
  • Aumente o engajamento do candidato;
  • Aumentar o reconhecimento da marca do empregador;
  • Construir confiança com os candidatos atuais;
  • Obtenha mais visitantes do site de carreira;
  • Obtenha mais candidatos das mídias sociais;
  • Aumentar a taxa de aceitação da oferta.

Nesse momento, é importante definir também a equipe que poderá liderar o projeto, quais táticas serão utilizadas e preparar os gestores para participarem da estratégia.

Além disso, no planejamento é importante definir qual mensagem a empresa quer transmitir e qual público deseja atingir. Por fim, é fundamental estabelecer indicadores das ações e acompanhar o que está funcionando como esperado. 

Foco

Com o employer branding, você pode construir uma imagem que dialogue diretamente com o perfil de talento que almeja contratar.

Ou seja, você transmitirá uma mensagem que ecoará melhor aos ouvidos daqueles profissionais que combinam com o seu ambiente de trabalho.

Dessa forma, poderá economizar tempo e dinheiro em novos processos seletivos, pois já terá a atenção dos candidatos que deseja atrair.

Experiências

A experiência está relacionada em como os colaboradores e candidatos percebem a empresa e formam uma opinião sobre a marca. Em síntese, a maneira como a empresa trata os candidatos reflete diretamente na imagem do empregador.

Essa percepção é formada a partir do primeiro ponto de contato do candidato com sua marca de empregador e continua até a conclusão de sua inscrição.

Portanto, cada uma das etapas de um processo seletivo entrega ao candidato uma impressão positiva, negativa ou neutra da empresa, que irá moldar sua experiência geral.

Por isso, a importância de ter uma página dedicada às carreiras, informações completas sobre recrutamento, oferecer feedback após entrevista e ter um onboarding bem estruturado, podem fazer a diferença para os profissionais que desejam trabalhar na empresa.

Confira outras sugestões para melhorar a experiência:

  • Busque fornecer clareza para o candidato, dessa forma, a empresa incentivará os candidatos a se inscreverem no processo, facilitando o engajamento e a avaliação.
  • Demonstre ao candidato que a empresa está mais interessada na experiência que você pode trazer para a equipe, do que nas suas conquistas do passado.

Benefícios do employer branding

Atração de talentos

Como vimos, os profissionais qualificados buscam mais do que uma remuneração adequada. Eles querem uma empresa que ofereça plano de carreira, bom ambiente de trabalho, desafios profissionais e perspectiva de crescimento.

Então, se você mostrar ao mundo que oferece tudo isso, terá maiores condições de atrair talentos. Por isso, investir nessas estratégias é uma maneira prática de sair na frente da concorrência na disputa pelos melhores profissionais.

Maior engajamento e produtividade dos colaboradores

Quando os funcionários são engajados em seu ambiente de trabalho, eles trabalham com mais produtividade.

Em outras palavras, colaboradores engajados se identificam com os valores e a cultura da empresa, quando sentem que seu trabalho é importante e que eles fazem a diferença.

Ao sentirem orgulho da empresa em que trabalham, eles também se tornam mais motivados e competitivos, o que resulta em entregas melhores.

Por fim, funcionários satisfeitos trabalham melhor, gerando melhores resultados e trazem mais receita para a empresa. Além disso, uma parte dessa receita pode ser usada como investimento para deixar os funcionários ainda mais satisfeitos.

Fortalecimento da reputação positiva da marca

Quando você tem uma marca empregadora forte, a tendência é manter os colaboradores mais engajados. Por outro lado, uma marca ruim pode levar a um engajamento menor.

Por isso, o employer branding é tão importante e exige ações concretas de divulgação. Por exemplo, adotar uma estratégia de marketing com conteúdos informativos sobre a área de atuação, produtos e serviços oferecidos e, claro, do ambiente de trabalho.

Nessas publicações, valorize todos os diferenciais da empresa, como o respeito pelos funcionários, os recursos e comodidades disponíveis no ambiente de trabalho, bem como, o perfil da equipe que já atua na empresa.

Para isso, algumas das plataformas de divulgação utilizadas são: blogs, site da empresa, redes sociais e o e-mail marketing. Confira algumas ações para reforçar sua marca:

  • Utilize canais diversificados nas comunicações;
  • Invista no perfil da empresa no LinkedIn;
  • Crie maneiras atraentes de divulgação em canais digitais com foco em tecnologia;
  • Participe e promova eventos, a empresa precisa ser vista pelos candidatos;
  • Ofereça programas de relacionamento e desenvolvimento com jovens talentos;
  • Promova ações de onboarding e cultive relações construtivas entre as equipes.

Retenção de talentos

Se seus funcionários acreditam que o salário é a única coisa que os mantém, acredite, você está fazendo isso errado. E, mais uma vez, o employer branding poderá modernizar sua área de RH com novas ações para ajudá-lo a reter talentos.

Uma das estratégias para evitar essa situação é fazer com que seus funcionários abracem os valores da empresa e sintam-se parte de um esforço coletivo para entregar resultados e metas.

Para isso, pesquisas no ambiente de trabalho e o uso das ferramentas certas podem ajudar a identificar e solucionar problemas na equipe que causam insatisfação, como relacionamentos interpessoais, excesso de horas extras e até a transparência com a chefia.

As melhores estratégias de employer branding

Faça o planejamento estratégico

Um planejamento estratégico eficaz poderá ser criado baseado nas necessidades de curto e longo prazo, considerando tudo o que a empresa deseja realizar e o conjunto de habilidades necessárias. 

A boa notícia é que alinhar sua estratégia de marca do empregador com as necessidades da empresa é bastante simples. O primeiro passo é começar respondendo algumas perguntas:

  1. Quais os objetivos da empresa nos próximos 12 a 36 meses?
  2. Quais novos produtos e serviços estão em desenvolvimento?
  3. Existem lacunas de talentos que podem nos impedir de cumprir nossas obrigações?

Por exemplo, nos próximos três anos a empresa planeja lançar um novo aplicativo, e para atingir essa meta precisará contratar mais cinco desenvolvedores nos próximos 12 meses.

Defina os objetivos

Uma estratégia de marca do empregador precisa ajudar a empresa a resolver um problema ou atingir uma meta, e definir objetivos ​​é uma ótima maneira de garantir que isso aconteça. 

Embora toda empresa deve definir suas próprias metas de recrutamento, os objetivos gerais bem elaborados sempre compartilharam alguns pontos em comum. Por exemplo:

  • Meta: identificar uma meta que a empresa precisa atender.
  • Medir: estabeleça métricas e ajuste ao longo do caminho.
  • Planeje: estabeleça recursos, crie um calendário e defina um cronograma.
  • Atribuir: dividir, conquistar e cumprir prazos.

Por exemplo, os recrutadores serão responsáveis ​​por contratar três desenvolvedores de aplicativos nos próximos seis meses. 

Em seguida, será preciso contratar mais dois desenvolvedores nos seis meses seguintes, quando os orçamentos forem atualizados.

Veja como o objetivo de amostra atende aos critérios:

  • Alvo: contratação de desenvolvedores de aplicativos com orçamento limitado;
  • Medida: cinco no total;
  • Plano: cronograma/prazo de 12 meses;
  • Atribuição: equipe de recrutamento interna.

Use o marketing digital da empresa

O employer branding, de fato, exige ações concretas de divulgação da sua marca. Para isso, vale a pena pedir ajuda à equipe de marketing digital da sua empresa.

Eles poderão ajudar a criar uma estratégia de marketing de conteúdo, uma série de materiais informativos sobre a área de atuação, produtos e serviços e, claro, do ambiente de trabalho.

Algumas das principais plataformas de divulgação online são: site da empresa, blog, rede social e e-mail marketing. Por isso, considere os profissionais interessados na sua empresa como leads.

Dessa forma, você poderá captar sua atenção e estreitar os laços ao longo do tempo, mantendo um relacionamento fortalecido, que vai fazer a diferença quando surgirem novas vagas.

Nessas publicações, valorize todos os diferenciais da sua organização, como o respeito pelos funcionários, os recursos e comodidades disponíveis no ambiente de trabalho, o perfil da equipe que já atua na empresa e outros aspectos que julgar relevantes.

Tenha uma cultura organizacional forte e documentada

A cultura corporativa, também conhecida como cultura da empresa ou organizacional, reflete os valores, comportamentos e hábitos da empresa. A cultura organizacional também é evidente a partir das interações entre a gerência, funcionários e clientes.

Ao contrário da visão ou missão da empresa, ela não é criada e documentada por uma pessoa. Em vez disso, se desenvolve naturalmente a partir de todos os colaboradores.

Ofereça um clima organizacional positivo

De fato, o clima organizacional determina a qualidade da experiência dos colaboradores ao trabalhar na empresa. Isso porque a percepção dos colaboradores pode variar conforme as práticas internas implementadas.

A variação do clima organizacional leva gestores e administradores a buscarem constantemente formas de avaliar a situação da empresa. Afinal, quanto melhor o clima organizacional, melhor o desempenho dos colaboradores.

Por outro lado, o clima organizacional não está relacionado somente aos colaboradores. Está relacionado à própria empresa, à estrutura e à forma como se posiciona no mercado.

Portanto, para melhorá-lo, é fundamental pensar em todas as etapas, desde a contratação de novos colaboradores, até o clima do ambiente de trabalho físico ou mesmo online. 

Aumentando a produtividade

Os colaboradores estão felizes quando se identificam com os valores e a cultura da empresa, quando sentem que seu trabalho é importante e que eles fazem a diferença. Isso faz com que funcionários sintam-se envolvidos e “vistam a camisa” da empresa.

Ao sentirem orgulho da empresa em que trabalham, eles também se tornam mais motivados e competitivos, o que resulta em entregas melhores.

Uma cadeia de eventos que se retroalimenta entra em ação: funcionários satisfeitos trabalham melhor, gerando melhores resultados, que trazem mais receita para a empresa e uma parte pode ser usada como investimento para deixar os funcionários satisfeitos.

Reconheça colaboradores e invista nos benefícios

Fornecer benefícios que melhorem a qualidade de vida dos colaboradores é essencial para uma experiência positiva na empresa e pode ser um diferencial competitivo importante. 

Quase todas as empresas oferecem benefícios, mas as vantagens que você oferece podem ajudar ou atrapalhar a decisão de um candidato promissor de trabalhar na empresa.

Hoje em dia, um dos benefícios mais relevantes é a opção do home office. Por isso, se a empresa oferecer essa flexibilidade poderá atrair mais candidatos. Sobretudo, após a pandemia, quando muitas empresas tornaram-se parcialmente remotas.

Muitas empresas também se preocupam com o bem-estar dos colaboradores e investem em benefícios para incentivar um estilo de vida saudável. Por exemplo, oferecendo convênios relacionados a lazer, academias, clubes e descontos em farmácias.

Outro benefício relevante, é oferecer treinamentos e cursos, pois muitos colaboradores estão buscando se atualizar e adquirir novos conhecimentos na sua área de trabalho.

Quando a empresa investe em treinamento e qualificação profissional, ganha na qualidade das entregas e desempenho, elevando o nível da equipe. Por outro lado, quando o colaborador está evoluindo, o trabalho torna-se mais satisfatório.

Além disso, o bônus de desempenho é um benefício muito motivador para o colaborador. Algumas empresas oferecem a possibilidade de ganhos em ações para motivar os colaboradores por projetos entregues com sucesso.

Por fim, outro benefício essencial é oferecer um plano de carreira atraente e focado no crescimento do colaborador, sendo uma forma de valorizar o profissional e estimular o seu interesse em permanecer na empresa.

Faça onboarding adequado para novos colaboradores

uma imagem de tela de computador e ao lado a frase onboarding

A integração de novos colaboradores, ou onboarding, é um processo realizado pelo RH para recepcionar e integrar à empresa os profissionais recém-contratados.

O objetivo é fazer com que o colaborador se adapte o mais rápido possível e alcance seu máximo potencial. Para isso, o profissional precisa desenvolver suas relações com a equipe, se adequar à cultura da empresa e incorporar os métodos de trabalho. 

Esse aprendizado leva tempo, mas um onboarding bem planejado agiliza esse processo e ajuda o colaborador a se familiarizar com a empresa em poucos dias ou semanas. 

Para organizar as informações do onboarding, você pode criar um cronograma com descrições detalhadas de cada etapa, por exemplo:

  • Fase 1, antes do primeiro dia: carta de boas-vindas com orientações para o primeiro dia, lista de documentos e políticas básicas;
  • Fase 2, boas-vindas: entregar o kit de boas vindas, almoço com gestor ou equipe, preenchimento de formulários e entrega de documentos;
  • Fase 3, treinamentos: orientações sobre as metas do departamento, treinamentos, tutoriais, procedimentos técnicos e normas em geral;
  • Fase 4, follow up: cronograma para 30, 60 e 90 primeiros dias com tarefas, pesquisas, avaliações de desempenho, etc.

Implemente uma cultura de feedback

cultura e feedback e ao lado pessoa com balão acima

As culturas de feedback bem-sucedidas são aquelas que fazem parte da estrutura organizacional. Afinal, podem ter momentos em que não há muito feedback para dar, mas ainda é preciso ter um sistema em funcionamento. 

Em alguns casos, o feedback pode ajudá-lo a resolver algumas questões antes que eles se transformem em problemas. Portanto, é essencial criar uma cultura de feedback flexível. 

Além disso, você precisa evitar que as sessões de feedback sejam apresentadas como uma ocasião especial ou que seja complicado ou demorado. 

O ideal é que as sessões de feedback sejam uma parte da rotina de trabalho e algo que não demore mais do que 30 ou 60 minutos.

Exerça a transparência

Os colaboradores de uma empresa nem sempre se sentem à vontade para conversar sobre determinados assuntos com os líderes ou com o RH. 

Em alguns casos, podem ter receio de serem dispensados ou podem se sentir envergonhados de trazer assuntos delicados à tona.

Por isso, é importante que a empresa exerça a transparência e mantenha um canal de comunicação eficiente entre os colaboradores com a equipe de RH.

Essa é uma ótima maneira de incentivar o feedback, oferecendo aos funcionários a liberdade de falar sobre qualquer assunto que considerem importante.

Deixe que seus colaboradores repliquem

As iniciativas de marca do empregador mais eficazes são aquelas que mostram seus funcionários existentes, dessa forma, eles poderão replicar como é trabalhar na empresa. 

De acordo com o LinkedIn, as empresas cujos funcionários compartilham o conteúdo social de sua marca veem um aumento nas visualizações que seus anúncios de emprego recebem. 

Por isso, envolver os colaboradores em suas campanhas de employer branding é crucial, pois os funcionários têm um grande poder de aumentar a confiança no local de trabalho. 

Se você puder incentivar os funcionários a compartilhar suas próprias histórias e se tornarem embaixadores da sua marca empregadora, suas comunicações externas serão muito mais críveis e atraentes para os candidatos a emprego.

Confira alguns exemplos de conteúdos gerados por funcionários que os candidatos valorizam:

  • Um dia na minha organização: contando histórias sobre a natureza do trabalho dos funcionários e o ambiente de trabalho da organização. 
  • Por que me inscrevi e por que fico: histórias sobre os motivos que os funcionários decidiram se candidatar a esta organização e por que eles permanecem. 
  • Como trabalhar em minha empresa é diferente: histórias sobre como trabalhar na empresa se difere de sua experiência de trabalho anterior.

Para replicar o conteúdo, essas histórias podem ser compartilhadas em postagens de mídia social, blog, sites da empresa, canais do YouTube, newsletter, entre outros canais.

Transforme colaboradores em ativistas da marca

Quando funcionários sentem-se parte da empresa, eles assumem o papel de defensores e divulgadores da marca, falando para sua rede mais próxima a respeito de todos os benefícios  do seu trabalho.

Quando algo é bom, temos prazer em compartilhar isso com as pessoas que conhecemos. Essa é a famosa propaganda “boca a boca”, que para uma empresa resulta no aumento do volume de candidaturas e também de indicações internas.

Defina sua Employment Value Proposition – EVP

A sigla EVP e ao lado uma mulher olhando para post ir no vidro

O conceito de EVP foi formado a partir da ideia de marketing conhecida como ‘Unique Value Proposition’, o valor que a empresa oferece aos clientes que a diferencia dos concorrentes.

Em síntese, o EVP é o equilíbrio de recompensas e benefícios que a empresa pode oferecer a seus colaboradores. Um EVP inclui tudo o que um empregador está fazendo para atrair e reter funcionários, o que é muito benéfico para o sucesso da empresa.

A importância da marca do empregador para uma empresa e o EVP estão relacionados. Por exemplo, como a marca do empregador é sua reputação externa, a EVP é sua oferta interna. 

Com certeza, um EVP atraente poderá fazer a empresa se destacar em relação aos concorrentes e também demonstra que você se preocupa com a satisfação dos funcionários.

Eleve o nível de contratação

Invista no recrutamento inteligente

Na área de RH, existem outros fatores que auxiliam no aprimoramento da gestão da marca, como o recolhimento de dados e recursos de inteligência artificial para buscar os colaboradores ideais.

Por isso, o HR Tech tem muito a oferecer no trabalho de employer branding, com o uso de ferramentas de automação para acelerar diversos processos.

Em síntese, o uso de tecnologias traz a possibilidade do recolhimento de dados durante os processos seletivos. Por si só, já é uma grande vantagem, mas o mais importante é o que fazer com essas informações para realizar um recrutamento inteligente.

Essa estratégia visa utilizar os dados disponíveis para filtrar, localizar, atrair ou reter profissionais e direcioná-los aos cargos e funções corretas na empresa.

Isso faz com que seu máximo potencial seja explorado e, mais importante, traz satisfação pessoal e alta produtividade para o colaborador, um dos pilares do employer branding.

Por fim, para atrair novos colaboradores é fundamental investir em um recrutamento eficiente e agradável. 

Pois, se o recrutamento demorar muito para ser concluído, podem aumentar as chances do candidato desistir da vaga.

Portanto, escolher uma plataforma de recrutamento eficaz poderá contribuir muito com uma boa experiência do candidato no processo seletivo.

Conclusão

Desenvolver e construir uma estratégia de marca de empregador bem-sucedida é uma maneira brilhante de aumentar a conscientização sobre sua organização e atrair os melhores talentos.

Esperamos que essa visão das melhores práticas ajude a orientar sua maneira de apresentar uma proposta mais atraente e abrangente para candidatos em potencial, bem como, manter os membros de sua equipe atuais engajados com sua marca.

A importância da marca do empregador nunca pode ser subestimada na forma como ela impulsiona o futuro da empresa e estabelece uma força de trabalho motivada, comprometida e inspirada para fazer parte de sua empresa.

Com o tempo, você ganhará uma reputação brilhante por ser uma empresa onde as pessoas desejam trabalhar.

Revelo: sua plataforma de recrutamento tech

Agora que você aprendeu mais sobre o conceito de employer branding e as estratégias mais utilizadas nas empresas, basta escolher a plataforma de recrutamento ideal para auxiliar você na contratação de profissionais qualificados.

A Revelo utiliza tecnologias exclusivas para pré-selecionar seus candidatos, que incluem testes técnicos e análises criteriosas que comprovam as habilidades dos profissionais.

Além disso, com a opção Revelo Remoto, sua empresa pode realizar o processo seletivo de forma totalmente digital, desde a entrevista até a assinatura do contrato.

Vantagens que só a Revelo oferece

  • Acesse um marketplace tech com engajamento efetivo de 9 entre 10;
  • Descreva o perfil, escolha os candidatos e faça entrevistas na plataforma;
  • Selecione os candidatos por habilidades ou experiências profissionais;
  • Receba suporte especializado para buscar os melhores talentos para sua empresa.

Faça seu cadastro e veja uma demonstração da plataforma. Experimente!

Related Posts